Por que você não deveria usar o botão "soneca"
Por que você não deveria usar o botão "soneca"

Por que você não deveria usar o botão "soneca"

Aqueles cinco minutinhos podem afetar a sua qualidade do sono, desempenho ao longo do dia, além de causar problemas no longo prazo

“Dormir mais ou tirar uma soneca?” Assim começa o questionamento do especialista em dor facial e professor assistente da Texas A&M University, Steven Bender, no artigo que dá o seguinte conselho: pare agora de apertar o botão “soneca” do alarme do seu celular — ele pode lhe trazer problemas de saúde.

Não, não é o botão em si que, ao apertar, vai liberar alguma radiação ou seja lá o que for para lhe fazer mal. Mas, sim, o fato de você voltar a dormir, ou seja, recomeçar um ciclo de sono que vai ser interrompido depois de cinco ou dez minutos. A baixa qualidade do sono tem sido associada a casos de pressão alta, problemas na memória e descontrole do peso, escreve o professor.

O alarme e a soneca podem atrapalhar nosso ritmo circadiano — que afeta mudanças físicas, mentais e de comportamento que seguem um ciclo diário. A maioria dos adultos precisa de sete e meia a oito horas de sono por noite. E, durante o sono, passamos pelos estágios do sono, do “leve” (NREM) até o mais “pesado” (REM), cerca de quatro ou seis vezes por noite.

Diversos fatores afetam a qualidade do sono, entre eles, a apneia (dificuldade de respirar enquanto dorme), uso de equipamentos eletrônicos, tabaco ou álcool durante a noite. Até a ceia muito perto da hora de dormir pode afetar a dormida. Esses elementos fazem com que acordemos pela manhã sem nos sentirmos descansados, afirma o especialista.

Uma boa noite de sono é também um fator crucial para o bom desempenho da inteligência emocional ao longo do dia, de acordo com doutor e especialista no assunto, Travis Bradberry.

“Certo, mas o que a soneca tem a ver com isso?” Quando apertamos aquele botão do “só mais cinco minutinhos”, nosso cérebro pode ser confundido e levado a liberar enzimas do sono para recomeçar mais um ciclo entre o sono “leve” e o “pesado”, que vai ser interrompido em poucos minutos. Logo, essa soneca não nos dá nenhum sono restaurador a mais.

O professor Bender ainda conta que, quando esse processo da soneca é iniciado na adolescência, pode virar um hábito nem um pouco saudável ao longo da vida. Uma dica que ele dá é de colocar o alarme para uma hora específica que você vai acordar e pronto. Caso a sensação de cansaço ainda continue, um médico deve ser consultado.

café com admMinimizar