Dom e talento: qual a diferença?

A maioria de nós não nasce com um dom supremo. O que não significa que não possamos fazer qualquer coisa que queiramos.

A palavra “dom” vem do latim e significa donu. Quer dizer dádiva, presente. É a capacidade que algumas pessoas têm para o desempenho de determinadas tarefas de forma fácil e natural, mas que para a maioria das pessoas apresenta certo grau de dificuldade. É isso que explica o fato de algumas crianças desenharem tão bem, ou ainda, terem exímia habilidade em tocar determinados instrumentos musicais ou praticar determinados esportes ou, ainda, realizar certas atividades intelectuais. Como exemplo de pessoas nascidas com um grande dom pode-se citar Mozart, Beethoven, Leonardo Da Vinci, Pelé, dentre outros. É como se essas pessoas tivessem nascido com essa capacidade. E, de fato, nasceram mesmo.

No entanto, a maioria de nós não nasce com um dom supremo. O que não significa que não possamos fazer qualquer coisa que queiramos. Para isso, temos que desenvolver talentos. O talento se parece muito com o dom em essência. Sua origem é que é diferente. Com o dom se nasce. Já o talento se aprende. O “talento” é uma tendência ou gosto especial que pode ser desenvolvido. O jogador Pelé nasceu com o dom para ser jogador de futebol. No entanto, qualquer pessoa pode ter talento para ser um grande esportista e gravar seu nome no Rol da Fama.

O dom nasce com a pessoa. Já o talento possui alguns requisitos para que possa ser desenvolvido. São eles: 1) treinar muito, 2) ter disciplina (planejamento) e 3) perseverança (persistir na busca do resultado). O inventor da lâmpada elétrica (e de muitos outros inventos) Thomas Edson, disse certa vez: “Talento é 1% inspiração e 99% transpiração”. Prática constante, esse o segredo da excelência. Podemos complementar essa frase de Thomas Edson com o que um dos primeiros Presidentes do EUA, Thomas Jefferson, disse: “Eu acredito muito na sorte. Quanto mais duro eu trabalho, mais sorte eu tenho”. O dom pode ser para poucos, mas o talento é para todos.

Qualquer pessoa pode fazer qualquer coisa. Basta treinar muito, ter disciplina e ser perseverante. Nem sempre é fácil conseguir sozinho. Mas esse é outro grande segredo da vida: ninguém faz nada sozinho. Mesmo os grandes gênios da humanidade tiveram seus professores, seus mestres, seus treinadores. Por mais genial que possa ser um atleta, ele precisa de um treinador que conduza sua genialidade pelos campos férteis do sucesso.

Todo grande atleta tem um treinador. E eis que surge a figura do Coach, como um treinador para qualquer coisa que se queria fazer na vida. Por isso o coaching é parceira, porque o Coach caminha junto com a pessoa rumo ao desenvolvimento máximo de seus talentos.

O que você, caro leitor, faria se pudesse desenvolver seus talentos ao máximo? Do que você seria capaz? O que faria neste momento, que está sendo adiado há tanto tempo? O quanto lhe faria feliz ser ou fazer tudo aquilo que você sempre quis ser ou fazer? O quanto isso lhe faria feliz?

Lembre-se: só depende de você!

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Heloiza Delgado

    Heloiza Delgado

    MASTER COACH com Formação em Executive Coaching, Business Coaching, Career Coaching, Personal & Professional Coaching, Positive Coaching e Mentoring pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE COACHING – SBCOACHING, entidade licenciada pela BEHAVIORAL COACHING INSTITUTE e reconhecida pelo INTERNACIONAL COACHING COUNCIL (ICC), além de ter formação em Business Coaching pela BRIAN TRACY INTERNATIONAL, Analista em Teoria Disc e Motivadores pela TTI SUCESS INSIGHT BRASIL, Analista Alpha pela WOTH ETHIC CORPORATION, Analista de Forças de Caráter pelo VIA INSTITUTE ON CHARACTER; Recrutamento e Seleção por Competência pela SELF TREINAMENTOS; e Instrutora/Trainer Certificada pela DALE CARNEGIE UNIVERSITY, EUA, tendo se submetido às certificações Core Competence e Endorsement em 2014; Advogada, Pós-Graduada (título de Especialista) em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Anhanguera – UNIDERP; Escritora nas áreas do direito, administração, comportamento, treinamento e desenvolvimento de pessoas, coautora do livro: Soluções práticas de direito civil comentadas – casos concretos. Leme: Editora Cronus, 2013; Palestrante desde 2011; Mediadora, conciliadora e árbitra pela CÂMARA BRASILEIRA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EMPRESARIAL – CBMAE; Capacitação e aperfeiçoamento em Conciliação pela ESCOLA PAULISTA DA MAGISTRATURA – EPM; Capacitação em Resolução Consensual de Conflitos pela ENAM – ESCOLA NACIONAL DE MEDIAÇÃO DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA em parceria com a UNB – UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA; possui habilidades na condução de processos de coaching e de programa de capacitação e desenvolvimento de competências. (Contatos profissionais: Cel./WhatsApp +55 018 9.9140-8039; www.linkedin/in/heloizadelgado; heloizadelgado@gmail.com)
    café com admMinimizar