Cuidado com as armadilhas do Mundo de Alice

Muitas pessoas que se auto intitularam “gurus” de alguma coisa, estão disseminando falsos conceitos corporativos contando histórias absurdas e sem qualquer fundamento levando incautos e inocentes a viverem em um mundo de fantasia

Lewis Carroll queria ver crianças barulhentas, arteiras. Por causa disso, criou em Alice no País das Maravilhas, uma menina que via a realidade de forma diferente. Ao perseguir um coelho num jardim, cai, através de um buraco, num mundo repleto de fantasias, onde os animais falam, há rainhas más e duquesas boas.” Alice no País das maravilhas pela Editora Cosac Nayfi

Muitas pessoas que se auto intitularam “gurus” de alguma coisa, estão disseminando falsos conceitos corporativos contando histórias absurdas e sem qualquer fundamento levando incautos e inocentes a viverem em um mundo de fantasia colocando em risco a sua empresa ou sua carreira profissional. Estes “gurus” não possuem nenhum conhecimento prático (leram um livro ou fizeram cursinho de fim de semana) no que disseminam e apenas estão preocupados com o quanto podem ganhar com seus “conselhos”. E o pior; tem muita gente acreditando nisso e pagando para desaprender.

Para sobreviver no mundo corporativo é preciso encarar a realidade e deixar velhos conceitos de lado. “Gurus” dizem que você deve fazer o que ama, mas a realidade exige que você aprenda a gostar do que faz. Esses contadores de histórias afirmam que você deve diminuir a sua carga de trabalho, mas o mercado exige que você seja pró ativo e se mostre disponível para novos desafios e se destaque.

Outro conceito irresponsável destes aventureiros é que você precisa apenas de pensamento positivo para conseguir o sucesso pessoal, familiar e profissional. São os chamados modelos mentais positivos para transformação do seu íntimo. Amigo, sem conhecimento, trabalho duro, foco e determinação, pensamento positivo não irá leva-lo a lugar nenhum que não seja o fracasso.

As dificuldades impostas pelo alto índice de desemprego tem levado pessoas a buscarem alternativas para conseguirem um trocado. Do outro lado da linha, existem pessoas desesperadas em busca de uma “bala de prata” para saírem de situações difíceis que se tornaram alvos fáceis para estes palpiteiros.

No mundo de Alice a realidade era vista de forma diferente repleta de fantasias, mas vivemos em um mundo real cada vez mais exigente e seletivo. Portanto, fique atento as armadilhas criadas por estes “gurus” apenas para tirar o seu dinheiro.

Fala com o autor: contato@arildoramos.com

Visite nosso site: arildoramos.com

Exibir