Cair ou não na rede?

Em tempos de redes sociais, a presença digital de uma corporação influencia a percepção que seus públicos de interesse têm sobre ela

É neste momento que muitas empresas pensam em criar perfis, de forma desordenada e sem planejamento. Antes disso, é preciso saber quais os objetivos e reconhecer que este novo espaço demandará atualização constante e monitoramento, afinal, estar nas redes sociais é estabelecer um relacionamento mais próximo com clientes e usuários.

O primeiro passo para estabelecimento das ações nas rede é o planejamento, que inclui a definição de objetivos e do público –alvo, das metas, detalhamento das ações e mensuração de resultados. E para garantir uma comunicação eficiente com os stakeholders, a empresa deve criar um discurso sobre si mesma, que seja condizente com sua imagem e com os atributos pelos quais é descrita por clientes, parceiros e funcionários.

Faça uma lista de temas para abordar, convide pessoas para acessar o perfil da sua empresa na rede social, relacione-se, comentando em perfis semelhantes. Mostre sua personalidade e crie valor, compartilhando assuntos de relevância para seus leitores. Saiba que seus objetivos só serão bem sucedidos se mostrarem um valor transformador para seu cliente. Não basta apenas gerar conteúdo, é preciso proporcionar experiências e fomentar diálogos.

Não torne sua rede social um espaço meramente publicitário, restringindo suas postagens a produtos. Fale sobre sua história, mostre o lado humano de sua empresa, seu cultura e crenças.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Isabela Pimentel

    Isabela Pimentel

    Isabela é Jornalista pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Bacharel e Licenciada em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Com sete anos de experiência em Comunicação Corporativa, especialmente nas áreas de Ciência e Saúde, já atuou em empresas do setor como Fresenius Medical Care (FMC), Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (PROTEC) . Estuda os impactos da filosofia da comunicação integrada no contexto organizacional e possui curso de Jornalismo Científico pela World Federation of Science Journalists (WFSJ). Consultoria em produção de conteúdo (especialidade: ciência e saúde), comunicação interna e institucional, assessoria de imprensa, marketing, redes sociais e memória empresarial para diversas empresas. Coordenação, edição e produção de conteúdo do Portal Comunicação Integrada.

    café com admMinimizar