A TECNOLOGIA NO CAMPO E A GESTÃO EFETIVA DO AGRONEGÓCIO!

Quando se fala em precisão nos processos no agronegócio não devemos ater só a aplicação de tecnologia. É muito mais que isso. Com este artigo pretendo mostrar esses fatos de modo a conduzir à razão. Não adianta ter os melhores equipamentos, usar GPS, drones, profissionais técnicos, etc. Tem que saber consolidar todos os dados, informações e resultados gerados em um modelo de gestão único, voltado para o perfil do negócio.

Quando se fala em precisão nos processos no agronegócio não devemos ater só a aplicação de tecnologia. É muito mais que isso. Com este artigo pretendo mostrar esses fatos de modo a conduzir à razão.

Não adianta ter os melhores equipamentos, usar GPS, drones, profissionais técnicos, etc. Tem que saber consolidar todos os dados, informações e resultados gerados em um modelo de gestão único, voltado para o perfil do negócio. Atualmente vem sendo utilizado o termo “Indústria 4.0” que pode corroborar com minhas afirmações acima. Trata-se de um termo cunhado pelo alemão Henning Kagermann em 2011, refere-se à combinação de vários eventos e inovações usados no mesmo momento (robótica, inteligência artificial, sensores, atuadores, computação em nuvens, impressão 3D, softwares integradores, marketing, smartphones, algoritmos, GPS, veículos autômatos, bigdata, etc.). Tudo isso interligado num modelo de gestão que possibilite filtrar informações pontuais e úteis para tomada decisão em momento único.

Esse conceito integrado gera economia de custos na gestão de operações, no planejamento de recursos através de seus pontos de controle, suporta a análise preditiva, contribuindo para a tomada de decisão em ações antecipadas. O ganho de receita vem da interação facilitada com o mercado e clientes, onde a personalização gera margens superiores.

Essas tecnologias muitas vezes são usadas separadamente, gerando resultados isolados, mas quando são compostas integrando mundo físico com virtual, geram uma nova e poderosa forma de gestão. A Topsis Consultoria está comprometida em orientar seus clientes a encontrar o meio termo para melhorar o modelo de gestão, usando os recursos e serviços disponíveis na sua empresa, causando melhoria no aproveitamento e na tomada de decisão com o que o sua empresa tem em mãos e ao seu alcance.

Treinamos sua equipe gerencial de modo a entender e compreender as fontes de dados e seus integradores, compor e suportar as informações integrais necessárias para que o negócio prospere com os recursos que ela já tem.

Sob o título “Formação de Analista de Informações e de Negócio” estamos aproveitando para lançar o treinamento (com foco em empresas do agronegócio: Florestal, Agrícola e Pecuária), que pretende revolucionar a cultura de gestão na sua empresa. Abaixo segue lista de assuntos sugeridos para serem abordados em treinamentos (Foco em empresas do agronegócio: Florestal, Agrícola e Pecuária):

  • Fontes de dados – (máquinas, sensores, atuadores, células, GPS, coletores, smartphones, Internet, ERP, softwares afins e de suporte);
  • Estruturação e modelagem de dados e fluxo de informações;
  • Uso de planilhas eletrônicas como Banco de Dados, Integrador de Informações, Sistema Executivo de Informações, Business Intelligence (BI); etc.
  • Procedimentos e Políticas como suporte a gestão;
  • Gerenciamento da Rotina – A qualidade como regra;
  • Informações Gerenciais integrais;
  • Taxionomia e organização de dados e informações;
  • Compreensão dos Sistemas Financeiros como suporte gerencial (Contabilidade, Fiscal, Societária e Custos)
  • Converter um gestor operacional em um gestor de negócios;
  • Discernir sobre eventos e regimes (Caixa e Competência);
  • Entender termos contábeis – Gastos, Desembolso, Despesas, Custos, Investimentos, Provisão, Alocação, Absorção, Receita Operacional, etc.
  • O que é análise de custos x análise de negócio;
  • Novas abordagens usando conceitos de Custos por Atividades e Unidades Estratégica de Negócios;
  • Sistemas de Indicadores (Financeiros e Não Financeiros);
  • Contabilidade Internacional – IFRS (Gestão de Ativos Vivos, Avaliação de Ativos, Leasing, Estoques, Direitos e Obrigações);
  • SPED – Impactos no modelo gerencial do advento da escrituração digital (Contábil, Fiscal e-Social, NFe, Frete, Contribuições, Financeira, Bloco K, etc.)
  • Modelo de Relatórios próprios para reuniões mensais, quinzenais e diárias;
  • Impostos, Taxas, Encargos Trabalhistas e seus impactos nos informes gerenciais;
  • Perfil profissional de um Analista de Negócios;
  • Formação do Analista de Negócio e Informação – Orientações e Dicas;
  • Criando um modelo de Informações Gerenciais;
  • Informações Gerenciais para CAR, ITR e Certificações;
  • Entre outros assuntos pertinentes que podem ser adotados;

Carga horária sugerida: 8 ou 16hs

Ficamos a disposição para compor um treinamento IN Company para sua organização, nos moldes que se ajuste ao ideal de capacitação para os profissionais responsáveis pela geração, produção e análise de informação.

Aguardo seu contato:

Lauro Jorge Prado

lauroprado@topsis.com.br

(43) 9111-2752

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento