A estrutura basica da contabilidade

A estrutura conceitual básica da Contabilidade significa a composição, o arcabouço e é fundamental e dentro deste fundamental existem hierarquizações. Pesquisas têm sido realizadas, ao longo do tempo, por diversos autores e todos têm assumido posturas diversas sobre a estrutura conceitual básica e a hierarquizações. Sprouse e Moonitz de certa forma hierarquizaram vários Conceitos; Mattessich denomina todos os Conceitos Fundamentais; Anthony admite a diferença entre Princípios e Convenções; no Brasil, o Conselho Federal de Contabilidade classifica-os em Princípios Fundamentais de Contabilidade. Evidente que a necessidade de hierarquização existe mas visando não quais são aqueles Conceitos que seriam mais ou menos importantes. O objetivo da hierarquização deverá ser para que se possa entender bem a evolução e o entrelaçamento dos vários Conceitos. O corpo de Conceitos deve ser sempre integral e articuladamente observado, independente de hierarquia, caso contrário a estrutura ruiria. Justificando: uma falha de consistência de período para período tem quase a mesma gravidade como o não o exato cumprimento da realização da Receita ou Despesa. A hierarquia existe, para caracterizar bem que certos Conceitos, pela sua amplitude e abrangência social, possuem características de condicionar outros conceitos. Isto sob o ponto de vista filosófico. Certos Conceitos são constatação sobre o ambiente ou cenário em que a Contabilidade atua e constituem a razão de ser de vários outros conceitos que se seguem. Seriam considerados de uma maior hierarquia. Outros Conceitos complementam a aplicação dos demais. São considerados de menos hierarquia. Classificam-se os Princípios Conceitos Fundamentais de Contabilidade em três categorias básicas, de acordo com Iudícibus et alii (1995:66), a saber:

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar