Café com ADM
#

5 dicas de como lidar com a motivação, a empolgação e o ânimo

Hoje quero compartilhar com você algumas dicas de como lidar com a motivação, a empolgação e o ânimo (coisas que considero o vento para quem escolheu o oceano)

No artigo anterior perguntei o que você prefere: um trem ou um barco? Refletindo que quando escolhemos um ou outro, escolhemos também os trilhos ou o oceano. Você pode ler o artigo neste link.

Hoje quero compartilhar com você 5 dicas de como lidar com a motivação, a empolgação e o ânimo (coisas que considero o vento para quem escolheu o oceano).

Antes, uma rápida definição: motivação – ato de se motivar (expor ou dar motivos a); empolgação – do latim, ser forte; e ânimo – disposição, coragem ou vontade.

Não é sempre que nos sentimos assim, logo – os resultados devem depender exclusivamente da nossa capacidade de remar ou nadar. Ou seja, do trabalho com disciplina e foco.

Então vamos às cinco dicas de hoje:

1) Estabeleça metas em dias normais – cuidado para não fixar metas com base na empolgação ou ânimo; as metas devem ser racionais, e não emocionais; o mesmo vale para as decisões.

2) Tenha disciplina e foco, crie hábitos – não espere o melhor dia para agir. Evite a procrastinação. Estabeleça hábitos que ajudem você a cumprir suas tarefas e evite exceções (recomendo o livro O Poder do Hábito - Por Que Fazemos o Que Fazemos na Vida e Nos Negócios – Charles Duhigg).

3) Anote desafios ou tarefas complexas que podem ficar para depois – “Para o barco que não sabe onde vai nenhum vento é favorável" (Sêneca, escritor romano). Mantenha anotado por perto desafios para os dias de muito vento. Seja uma venda mais difícil, ou uma tarefa complexa que pode ficar para depois. Use post-its!

4) Mantenha a disciplina e o foco nos dias de muito vento – quando você acordar com todo ânimo, coragem, motivação e empolgação... Cuidado para não alterar as prioridades. Faça primeiro aquilo que é necessário e se der tempo (quando estamos assim normalmente dá!) aproveite para fazer alguma coisa a mais. Do contrário, você correrá o risco de deixar coisas importantes para o outro dia.

5) Por fim, não se sinta culpado – para as pessoas que se sentem realizadas com o trabalho que fazem (o caso da maioria dos empreendedores, acredito), é comum se sentirem frustradas ou culpadas quando estão sem força ou vontade. Se dê o direito de estar assim um dia ou outro. Encare como um dia comum, procure relaxar um pouco mais e tente adiantar as tarefas mais simples ou burocráticas de outros dias da semana.

O que achou das dicas? Deixe o seu comentário e uma ótima semana, com ou sem vento!

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.