voltar para Produção Acadêmica

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS E O CRESCIMENTO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS.

As pequenas empresas, historicamente, sempre tiveram uma grande dificuldade para competir com empresas de médio e grande porte. As explicações para essas dificuldades são as mais variadas e passam por problemas relacionados à limitação de recursos financeiros e tecnológicos, formação dos gestores que normalmente são familiares, mão-de-obra desqualificada e resistência à mudança por parte de todos que atuam na empresa, dentre outros fatores. No entanto, destinar verbas para a área de Treinamento e Desenvolvimento não é apenas suficiente. Também é preciso que micro e pequenas empresas saibam desenvolver ações direcionadas e que, ao mesmo tempo, motivem os colaboradores a acreditar no próprio potencial. É exatamente com essa visão que muitas empresas vêm destacando-se no mercado investindo constantemente no treinamento e no desenvolvimento de suas equipes.

ANTONIO BARBOSA DE ALMEIDA NETO

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS E O CRESCIMENTO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS.

Teresina

2010


INTRODUÇÃO

As pequenas empresas, historicamente, sempre tiveram uma grande dificuldade para competir com empresas de médio e grande porte.

As explicações para essas dificuldades são as mais variadas e passam por problemas relacionados à limitação de recursos financeiros e tecnológicos, formação dos gestores que normalmente são familiares, mão-de-obra desqualificada e resistência à mudança por parte de todos que atuam na empresa, dentre outros fatores.

No entanto, destinar verbas para a área de Treinamento e Desenvolvimento não é apenas suficiente. Também é preciso que micro e pequenas empresas saibam desenvolver ações direcionadas e que, ao mesmo tempo, motivem os colaboradores a acreditar no próprio potencial. É exatamente com essa visão que muitas empresas vêm destacando-se no mercado investindo constantemente no treinamento e no desenvolvimento de suas equipes.

PROBLEMA

Já se foi o tempo em que investir apenas na aquisição de equipamentos e novas tecnologias era sinônimo de se manter competitivo no mercado. Hoje, mais do que nunca, as pequenas empresas estão acreditando no potencial dos seus colaboradores, pois são as pessoas que fazem a diferença para o negócio. Para isso, muitas organizações passaram a investir pesadamente no desenvolvimento dos seus profissionais e constantemente viabilizam recursos para que eles possam manter-se capacitados.

Com este propósito, destaca-se a importância do estudo do comportamento das micro e pequenas empresas que utilizam esta ferramenta de treinamento e desenvolvimento de pessoas, onde se torna necessário investigar a seguinte questão:

Treinamento como uma arma estratégica para micro e pequenas empresas. Treinar vale à pena?

OBJETIVOS

4.1 Objetivo Geral

Proporcionar qualificação aos funcionários para que estes melhorem seu desempenho trazendo benefícios para eles e para as micro e pequenas empresa.

4.2 Objetivos Específicos

Destacar a importância da estratégia de treinamento nas organizações. Identificar os avanços e o crescimento das micro e pequenas empresas.

Garantir qualidade nos serviços prestados quando a treinamento.

JUSTIFICATIVA

Para a empresa, a importância de se ter um treinamento é mutua, pois no atual mercado globalizado a cada dia é necessário que se busque estar sempre a frente do que há de mais moderno, com o pensamento em inovações para satisfação própria e principalmente dos funcionários.

O atual modelo de competitividade, demanda das pequenas empresas um novo modelo de organização e gestão. Cabe aos gestores das pequenas empresas, mais do que outras épocas, competência para gerenciar os negócios de forma a satisfazer um cliente cada vez mais exigente, com níveis de excelência jamais experimentados.

Assim sendo, as empresas terão plenas condições de apresentar aos seus funcionários formas de treinamentos, basta apenas à conscientização de se ter pessoas qualificadas e treinadas para se galgar melhores resultados.

METODOLOGIA

A metodologia que foi utilizada para o desenvolvimento deste pré-projeto foi através de pesquisas do tipo exploratória/qualitativa, que foram realizadas após uma avaliação dos diferentes tipos de pesquisas possíveis de serem utilizadas no decorrer do desenvolvimento do presente trabalho em estudo.

Além disso, foi utilizadas pesquisa bibliográfica, e a Internet a fim de dar maior embasamento às informações obtidas com o estudo proposto.

REFERENCIAL TEÓRICO

Quando se fala de programação de estratégia e treinamentos, faz-se uma referência ao esforço programado de uma empresa em diferenciar-se das demais dos seus segmentos na busca de atrair para si, isto é, para o seu quadro de funcionários pessoas com formação, apresentando alto índice de conhecimento e potencial.

Os programas de estratégias e trainees possibilitam as empresas e organizações suprir suas necessidades de pessoal a curto, médio e longo prazo. São também mecanismos socialmente importantes para a entrada dos jovens no mercado de trabalho e, ainda, vinculo saudável das empresas com as escolas e universidades. (BOOG. 1999)

Para identificar talentos, é preciso deixar de lado padrões preconcebidos de comportamentos desejáveis e tentar identificar mais profundamente traços de personalidades e aptidões inatas que podem ser desenvolvidos ao longo do tempo e que sejam necessários ao bom desempenho da empresa.

É assim que as empresas bem sucedidas procuram reconhecer e identificar os talentos que querem contratar e desenvolver. Estabelecem uma lista de indicadores de potencial e procuram, observando o comportamento de cada um , sinais ou anti-sinais daquele aspecto do potencial. Aliando-se os indicadores de potencial a formação básica e a alguns requisitos específicos, compõe-se o perfil predominante em determinado tipo de atividade ou um determinado mercado. (BOOG. 1999)

Nas técnicas de treinamento deverão ser obtidas as informações básicas a respeito do cargo a preencher, o outro lado da moeda é a obtenção de informações a respeito dos candidatos que se apresentam.

Para CHIAVENATO (1989), "a técnicas de treinamento permitem um rastreamento das características pessoais dos candidatos através de amostras de seu comportamento".

No impacto da realização numa abordagem diagnostica do treinamento, o levantamento das necessidades envolve o exame das metas nos níveis da organização da função/tarefa fazer uma ligação entre conhecimento, habilidade e capacitação do indivíduo. Esses processos têm o objetivo de identificar as lacunas que se tornem objetivos instrucionais.

O administrador de micro e pequena empresa tem de buscar estar sempre em contato com novas formas de treinamentos, mesmo porque a partir de então a produtividade terá uma tendência em aumentar, e será consideravelmente diminuídos os acidentes trabalhistas.

Não existe mais duvida, em todos os segmentos da sociedade quanto à importância das pequenas empresas para a geração de emprego e renda. Conforme destaca a revista Comércio Exterior, informativo do Banco do Brasil (2007. p.18):

A importância das micros e pequenas empresas para o desenvolvimento econômico é quase uma unanimidade mundial, seja por sua representatividade ou pelo potencial de crescimento que apresentam. Tanto que traders mundiais de peso, como União Européia e Estados Unidos, têm se empenhado na aplicação de políticas especificas para o fortalecimento do setor.

Para Peters

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Fabiano Ambrósio

    Exibir