voltar para Produção Acadêmica

O INICIO DO FIM DO CONHECIMENTO



O INÍCIO DO FIM DO CONHECIMENTO


1 INTRODUÇÃO

Já é sabido que, antes de nascermos, ainda no útero materno, ouvimos os sons exteriores e interiores, sentimos e compartilhemos os sentimentos com nossa mãe, seguindo este raciocínio podemos dizer que já conseguimos (mesmo antes de nascer) aprender a conhecer e reconhecer sons, sentimentos, frio, calor, então... Quando nascemos já possuímos certo conhecimento acumulado devido a íntima e linda ligação com a mãe, poderemos considerar este o primeiro compartilhamento do nosso conhecimento já registrado pelo homem.
As pessoas ainda não conseguiram medir a importância da Gestão do Conhecimento ou até mesmo do Conhecimento nas empresas. Se ficou definida esta, a Era da Informação, logo posso dizer que esta é a Era do Conhecimento. Este tema é de grande importância e colocamos algumas questões para uma reflexão inicial: Se o Conhecimento é tão importante, porque as pessoas não discorrem sobre ele? Porque este conhecimento não é ensinado? Estas e muitas outras questões veremos ao longo deste paper.

2 CONHECIMENTO

Os autores Nonaka e Konno (1998) apontam as diferenças entre ‘’conhecimento’’ e ‘’conhecer’’. Para os autores, o termo ‘’conhecimento’’ se refere a uma coisa que pode ser alocada e manipulada como um objeto independente ou em estoque. Assim é possível destruí–lo, gerenciá–lo e medi-lo. Já o verbo no infinitivo – conhecer – sugere uma ação dos conhecedores, e é deles inseparável.
Se você considerar a busca do conhecimento por uma pessoa e considerar também que neste caso é preciso separar esta palavra e interpretar da seguinte forma: que significa conhecer a mente, deverá então concluir que no seu mais profundo íntimo você possui a capacidade de falar consigo mesmo, desta forma você fica se perguntando sobre determinadas situações para, então, através do conhecimento adquirido de outras pessoas (para mim dados, informações) terei que saber identificar o momento certo de buscar em minha mente, trazendo a tona como conhecimento; esta forma de como lidamos com os dados, as informações que possuímos ou até mesmo nosso conhecimento poderemos considerar como uma forma de gestão que é igual neste caso a gestão do conhecimento ou até mesmo gestão do nosso conhecimento (autogestão).
Para tanto precisaremos primeiro separar as palavras Conhecimento e Gestão, analisando o significado de cada uma para depois de posse do conceito de cada uma poderemos compreender melhor sobre este tema. A partir deste momento você começará entender o quão são importantes para nossas empresas. Faço aqui outra observação importante para você; se o tema não fosse importantíssimo você não estaria lendo este texto, tentando compreendê-lo para quem sabe neste momento ou em algum dia próximo utilizar o que captou.
Já é sabido que queremos ter pessoas com conhecimento em nossas organizações, mas... Pessoas com muito conhecimento tornam – se ‘’ameaças’’ para cargos e para a própria organização como um todo.

O conhecimento científico e tecnológico global vem dobrando a cada 5 anos e meio¹;

Antes, porém responda: o que é Gestão do Conhecimento?
Troque uma idéia com alguém sobre este tema, antes de ler ou após ter lido este Paper, dissemine.

Com o auxílio do Mini Dicionário Aurélio analisaremos as seguintes palavras:

CONHECER - v.t. 1. Ter noção ou conhecimento de; saber 2. Ser muito versado em; saber bem 3. Ter Relações ou convivência com 4. Estar ou ficar certo, convencido de; reconhecer (conhecer de novo) 5. Conhecedor (ô) adj. E sm.

CONHECIDO - Adj. 1. Que muitos conhecem 2. Famoso pelas obras ou atividade. Sm 3. Indivíduo de quem temos conhecimento

CONHECIMENTO - Sm. 1. Ato ou efeito de conhecer 2. Informação ou noção adquiridas pelo estudo ou pela experiência 3. Consciência de si mesmo 4. Com nota de despacho de mercadorias entregues para transporte

CONHECIMENTOS - Sm. pl 1. Erudição, saber

SABER - v.t. 1. Ter conhecimento, ciência, informação ou notícia de 2. Ter a certeza de 3. Ser instruído em 4. Ter a certeza de (coisa futura); prever 5. Reter na memória 6. Ter sabedoria 7. Ter conhecimento ou notícia de algo 8. v. Sabedoria (1) Saber a. Ter o sabor de S Sabedor(ô) adj. E sm

SABEDORIA - Sf. 1. Grande conhecimento, saber, erudição 2. Qualidade de sábio 3. Prudência, sensatez

CONVIVÊNCIA - Sf. 1. Ato ou efeito de conviver (conviver com outrem em intimidade, em familiaridade, convívio 2. Trato constante, diário

GESTÃO - Sf. Ato de gerir (ter gerência sobre; administrar, gerenciar); gerência

¹ Lindenberg Neto, Henrique, 2003 Seminário “Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro” Universidade de São Paulo Maio de 2003 –

GERÊNCIA - Sf. 1. Funções do gerente 2. O lugar onde ele exerce suas funções 3. Gestão

GERIR - Vt. Dirigir; administrar

DIRIGIR - Vt. 1. Administrar; reger 2. Guiar, encaminhar 3. Volver; voltar 4. Enviar; endereçar

ADMINISTRAR - Vt. 1. Gerir, dirigir (negócios) 2. Dar a tomar; aplicar 3. Ministrar; conferir. Int 4. Governar; dirigir como administrador.

Sócrates, filósofo grego, deixou uma das mais célebres frases da humanidade: conhece-te a ti mesmo, porque sendo conhecedor da própria personalidade, o indivíduo tem mais controle sobre as situações que surgem ao longo de sua vida, pois possui conhecimento acumulado e esse conhecimento é procurado pelo indivíduo em sua mente, lançado para fora para ser administrado e a partir desse momento, onde realmente atua como gestor do conhecimento, consegue lidar com as contrariedades e amadurece perante as novas situações enfrentadas.

2.1 Formas de Conhecimento

O’ DELL e GRAYSON (1998) e DAVENPORT (1998) recomendam que se faça ações como a construção de um mapa do Conhecimento, uma espécie de ‘’Paginas Amarelas’’ que informa onde se pode encontrar um dado conhecimento, seja com pessoas, em documentos ou em banco de dados.
Conforme a pesquisa de RUGGLES (1998) existem questões culturais e comportamentais que afetam o compartilhamento do conhecimento, pois muitos o consideram como fonte de poder.
Para DAVENPORT (1998) a melhor forma de transferir conhecimento é contratar pessoas experientes e ágeis, e deixá-las conversar com as outras.

2.1.1 Conhecimento Transmitido

As formas de gerar conhecimento segundo Davenport e Prusak são cinco, mas lendo sobre o assunto verificamos que o conhecimento é adquirido ou repassado das seguintes formas:

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Mário Bonugli

    Acadêmico em Administração, cursando o 7º semestre, ex Diretor de Relações Externas e Diretor de Projetos da Empresa Júnior do Centro Universitário Ritter dos Reis em Porto Alegre - RS

    Exibir