voltar para Produção Acadêmica

Inercialismo inflacionário

Da evolução do inercialismo inflacionário no Brasil e no mundo

INTRODUÇÃO

Este trabalho trata de uma questão de grande importância no debate sobre a economia brasileira contemporânea. O tema central do trabalho é a evolução do pensamento inercialista aplicado ao diagnóstico do processo inflacionário e aos planos de estabilização implantados no Brasil. A pesquisa foi dividida em três fases: a primeira refere-se ao período de 1980 até 1984, a segunda caracteriza o intervalo entre o ambiente pré Plano Cruzado e o pós Collor e a terceira concentra-se na etapa pré Plano Real e seus resultados iniciais.

A priori, o pensamento inercialista a respeito da inflação brasileira descartava qualquer influência significativa do déficit público. A ausência de uma preocupação maior com os limites e as formas de financiamento do déficit público estava ligada à crença de que a demanda por moeda seria crescente numa estabilização e, assim, a estabilidade de preços resultaria numa ampliação da capacidade de financiamento do déficit, estimulando a opção pelo lançamento de um programa heterodoxo de combate à inflação.

Com o fracasso de todos os planos heterodoxos de estabilização implementados no Brasil na década de oitenta, ocorreria uma monopolização crescente do debate econômico pelo monetarismo. De acordo com este, o comportamento da inflação refletiria a expansão nominal de M4 na economia, bem como as alterações em sua velocidade de circulação, ambos os fenômenos relacionados, por sua vez, às necessidades do financiamento do déficit público no Brasil.

Destarte, com o insucesso dos Planos Collor I e II, e dado que a inflação sobrevivia num ambiente de abundância de liquidez internacional, ocorre uma revisão do inercialismo na primeira metade dos anos noventa. Esta revisão procurava tirar lição do monetarismo, destacando a não neutralidade da inflação em relação à grandeza dos déficits públicos. Condenava-se ainda a postura anterior em relação ao déficit público, segundo a qual, em uma estabilização, aumentariam os recursos necessários ao seu financiamento.

A revisão do inercialismo na fase pré-Real era compatível com o ponto de vista de que a contenção do déficit deveria preceder a ruptura do processo inflacionário. Neste sentido, o sucesso inicial do Plano Real demonstrou na prática que era preciso, antes da reforma monetária, deixar claro que o governo poderia equilibrar suas contas sem o auxílio da inflação. Chegava-se à conclusão de que o controle da inflação pressupunha que o governo equilibrasse seu orçamento ex-ante, isto é, mostrasse a determinação política de cortar do orçamento os excessos de gastos que eram ou erodidos pela inflação ou financiados pelo imposto inflacionário. Enfim, a discussão em torno da formulação dos programas de estabilização lançados no Brasil desde o início dos anos oitenta apresentou distintos relacionamentos entre o déficit, a dívida pública e a inflação.

No início dos anos 80, têm-se então alguns trabalhos, tratando especialmente das fórmulas de indexação de preços e salários, onde se pode antever a Teoria da Inflação Inercial em André Lara Resende, Francisco Lopes, Edmar Bacha e Pérsio Arida. A idéia de inflação inercial ganha corpo com os trabalhos de L.C. Bresser Pereira, no qual já começa a se definir a idéia de que a inflação presente é a mera reprodução da inflação passada e em Edmar Bacha, a concepção do conflito distributivo.

Conforme Bresser, "...o conceito de inflação inercial é a última manifestação da Teoria Estrutural Latino-Americana, o seu conceito representou um avanço teórico sobre a teoria da inflação, tornando-se possível compreender a convivência de altas taxas de inflação com a recessão ou com situação crônicas de insuficiência de demanda."(BRESSER, 1984, p. 8).

A inflação inercial ou autônoma refere-se à inflação decorrente do conflito distributivo, da capacidade de cada agente econômico de repassar automaticamente os aumentos de custos para os preços, independentemente de pressão de demanda. Em outras palavras, a manutenção do patamar de inflação decorre da indexação formal e informal da economia, através da qual o conflito distributivo é relativamente neutralizado. Dado que, em um determinado patamar de inflação, os preços das diversas mercadorias e da força de trabalho tendem a variar com defasagens entre si, os aumentos subseqüentes de preços de mercadoria e salários tenderão a ocorrer quase automaticamente. Desta forma, cada empresa e cada trabalhador estará repassando seu aumento de custos para seu preço. (BRESSER, 1984, p. 9). Bresser argumenta que, "...esta inflação é autônoma, porque independe da existência de excesso de demanda; é inercial porque limita-se a reproduzir no presente a inflação passada."(BRESSER, 1984, p. 9).

Isto posto, reconhecido o caráter inercial da inflação, não há outra alternativa para combatê-la senão adotar formas administrativas de desindexação e de controle de preços. Medidas fiscais e monetárias restritivas, quando a inflação não é de demanda, mas inercial, são ineficientes. (BRESSER, 1984, p.10).

A teoria da inflação inercial inclui-se no quadro técnico mais amplo da teoria latino-americana da inflação estrutural. Esta teoria entende (1) que uma determinada taxa de inflação é inerente aos mercados imperfeitos dos países subdesenvolvidos, devido à existência de pontos de estrangulamento na oferta; (2) que a aceleração inicial da inflação provocada pelos pontos de estrangulamento tende em seguida a se perpetuar através da ação dos efeitos propagadores decorrentes do conflito distributivo; (3) que tanto a aceleração quanto a manutenção do patamar de inflação podem ser acentuadas pelo poder de monopólio de empresas e sindicatos, ou seja, pelo caráter administrativo da inflação; (4) que a moeda, em condições de crônica insuficiente de demanda, tende a ser passiva, ou seja, tende a ser fator sancionador de uma inflação em curso; (5) que o déficit público tende também a ser um fator sancionador da inflação a não ser que a despesa do Estado, pressionando a demanda, se transforme em fator acelerador, provocando a elevação das margens de lucro e/ou aumento dos salários reais acima do aumento da produtividade. (BRESSER, 1984, p. 10).

Se examinarmos o monetarismo e o estruturalismo com atenção, verificaremos que a manutenção do patamar de inflação

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    FF_Consult FF_Consult

    FF Consult ® – www.ffconsult.com

    Consultoria Online (consultoriaonline.blog.com), Aporte de Capital, Financiamentos, Renegociação, Linhas de Crédito, Project Finance, Valuation, Business Plan, Estudos de Viabilidade, Capital de Giro, Investimentos, Injeção de Recursos, Consultoria Empresarial & Financeira, Assessoria Administrativa-Financeira, Operações Estruturadas, Estruturação de Fundos (FIDC,FII,FIP), Soluções Empresariais, Soluções Estratégicas, Estruturação de Negócios, A
    uditoria, Debêntures, M&A, CRI, Projetos em Geral, Construtoras, Infra-estrutura, PChs, Turnaround, Financiamentos Internacionais, Linhas Externas, Juros Baixos, Carência, Antecipação de Contratos e Recebíveis, Gestão de empresas, Planejamento Financeiro, Financiamento para expansão, CAPEX, investimentos e giro, Alongamento de Passivo, Redução de custo de capital, Reestruturação, Recuperação, Produtos para o Setor Público & muito mais!

    Telefone:

    11-40253878
    Morada: SP, São Paulo, Brasil

    Experimente a Consultoria Online! => Uma nova experiência a baixo custo para acesso de todos os usuários empresas e pessoas físicas como investidores, executivos e empresários - consultoriaonline.blog.com

    FF Consult ® – www.ffconsult.com

    FF Consult ® - Oferecemos soluções estratégicas, financeiras e de negócios. Temos condições de alavancar posições estratégicas com Aporte de Capital, Investimentos e Parcerias.

    Vimos por meio deste ofertar nossos serviços de Consultoria, Gestão e/ou Aporte de Capital com Funding Nacional e Internacional, com ou sem garantias imobiliárias.

    Temos uma equipe de alto reconhecimento no mercado com consultores e gestores de empresas, especializados na áreas Financeira, Econômica, Jurídica, Estratégica e de Planejamento.

    Fazemos estudos de viabilidade econômico-financeira, business plans e valuation.

    Também representamos grupos nacionais e internacionais de investidores, tendo efetuado vários trabalhos em diversas áreas de recuperação empresarial (Projetos de Turnaround), recuperação judicial e extra-judicial, gestão integrada, gestão de caixa, co-gestão, compra & venda, captação de recursos, estruturação de negócios, estruturação de operações internacionais, fundos, estruturação de projetos (também imobiliários) e outros serviços em TODOS os tipos de atividade e setores.

    Experimente a Consultoria Online! => Uma nova experiência a baixo custo para acesso de todos os usuários empresas e pessoas físicas como investidores, executivos e empresários.

    Principais serviços que executamos na sua empresa

    = Operações Financeiras Estruturadas;

    = Gestão Empresarial, Análise e Planejamento Estratégico & Financeiro;

    = Gestão Financeira e de Caixa (métricas avançadas de análise e projeção de fluxo de caixa);

    = Antecipação de Recebíveis Contratuais e não-contratuais & Capital de Giro;

    = Recuperação & Reestruturação Empresarial;

    = Renegociação de Dívidas com Otimização do custo de capital;

    = Estruturação de Negócios com Captação;

    = Soluções Estratégicas Customizadas;

    = Implementação de controles internos & Ferramentas avançadas de gestão;

    = Analise & Elaboração de Projetos (Business Plan), Valuation e Estudos de Viabilidade

    = Consultoria Online! Veja nossos planos e preços (Aqui!) -> consultoriaonline.blog.com

    Leia mais: http://www.ffconsult.com

    Vantagem Competitiva

    PROFISSIONAIS COM MAIS DE 10 ANOS DE EXPERIENCIA EM PROJETOS DE TURNAROUND E MERCADO FINANCEIRO;
    NEGOCIAÇÃO DE PASSIVO E ALONGAMENTO DO PERFIL DA DIVIDA;
    PROJETOS DE EXPANSAO;
    APORTE DE CAPITAL & GIRO;
    FINANCIAMENTOS INTERNOS & EXTERNOS;
    VALUATION & ESTUDOS DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA;
    MÉTRICAS AVANÇADAS DE GESTÃO E AVALIAÇÃO DE EMPRESAS;
    BUSINESS PLANS;
    INVESTIDORES;
    CONSULTORIA ESTRATÉGICA & FINANCEIRA;
    DIVERSAS LINHAS PARA APORTE;
    ESTRUTURAÇÃO DE NEGÓCIOS;
    PROJETOS CONSTRUTIVOS;
    RÁPIDA ATUAÇÃO;
    ESTRUTURAÇÃO DE OPERAÇÕES CUSTOMIZADAS = MENOR CUSTO;
    FLEXIBILIDADE E EQUIPE COM FORMAÇÃO DE PONTA;
    EXPERTISE & KNOW-HOW JÁ APLICADOS EM GRANDES CLIENTES/PLAYERS


    Pacote Integrado de Valor

    Fomento à produção e Escoamento da produção;
    Estruturação de negócios;
    Venda de ativos (duplicatas e seus correspondentes produtos) & Parcerias;
    Análise 'Business', Planejamento Estratégico e Tributário;
    Consultoria Executiva;
    Desenvolvimento de projetos de expansão e novos projetos;
    Estruturação e Reestruturação de empresas (Nova Lei das Falências);
    Gestão & Auditoria Empresarial;
    Co-gestão de empresas com injeção de recursos financeiros;
    Organização de Sistemas e Métodos;
    Renegociação de Dívida e Alongamento do Passivo
    Consultoria Administrativa;
    Soluções estratégicas empresariais;
    Financiamentos para desenvolvimento de projetos;
    Securitização de recebíveis & consultoria estratégica;
    Consultoria Financeira


    Consultoria Financeira

    Captação de Recursos Internos;
    Capital de giro;
    Financiamento de máquinas;
    Empréstimos com garantia de imóveis;
    BNDES – Repasse;
    BNDES – Direto;
    BNDES – FINAME;
    BNDES – Capital de giro;
    Fomento à produção;
    Fomento de Capital de Giro – (duplicatas/faturas/mercadorias);
    Linhas de crédito em bancos comerciais brasileiros;
    Empréstimos Internacionais;
    Financiamentos internacionais para desenvolvimento de projetos;
    Empréstimos Internacionais de bancos estrangeiros;
    Linhas Externas – Investimento, Equity & Importação;
    Linhas para Agricultura, Indústria, Comércio e Serviços;
    Linhas para Construção;
    CRI, Fundos de Recebíveis e Outros.


    Operações Estruturadas

    No Brasil:
    Bancos de estruturação, investimento, desenvolvimento e Project Finance;
    Fundações;
    FIDCs – Estruturamos;
    Outros Fundos – Estruturamos;
    BNDES; FUNDAP; FINEP;
    Antecipação de recebíveis / contratos (inclusive de imobiliárias);
    Capital de giro & Financiamentos em geral;
    Estruturação de operações para compra de terrenos, infra-estrutura e construção em geral;
    Afins.

    No Exterior:
    Compra de créditos de carbono;
    Financiamento de infra-estrutura;
    Financiamento de saneamento básico;
    Financiamento especial para educação;
    Financiamento especial para saúde;
    Financiamento de Projetos (Project Finance);
    Capital de giro;
    DEG; IFC;
    Bancos de Investimento & Desenvolvimento;
    Fundos de Investimento;
    Afins.


    Prazos = Os prazos de vencimento variam entre 1 ano a 30 anos.
    Carência = As carências encontram-se entre 30 dias à 3 anos.
    Juros = Os juros variam de 4,5% ao ano a 30% ao ano.
    Business Plan = Elaboramos os projetos.
    Feasibility Study = Elaboramos os estudos de viablidade
    Valuation = Fazemos avaliação completa de empresas e negócios


    Construção, Infra-Estrutura & Project Finance
    Área, Projeto, Mercado, Geric & Recursos Financeiros


    Antecipação de recebíveis de contratos de empreitadas, contratos de vendas de unidades residenciais, escritórios, shoppings e afins;
    Financiamento a produção de imóveis residenciais, escritórios, shoppings e afins;
    Project Finance = infra-estrutura: saneamento, aeroportos, portos, rodovias, hidrovias, ferrovias e afins;
    Estruturação de projetos construtivos completos, desde a área, projetos, mercado, estudos,tipos de unidades, financiamento a produção, antecipação e afins, tanto para construções residenciais, comercias, loteamentos, galpões industriais e etc;
    Parcerias;
    Fornecemos Geric;
    Outros.


    Gestão Empresarial
    Soluções em gestão empresarial:
    – Gestão de Negócios, Planejamento Estratégico, Estratégias, Aprimoramento Comercial, Planos de Marketing, Lançamento de Produtos, Gestão de TI, Planejamento Financeiro...


    Projetos
    Elaboramos Estudos de Viabilidade Econômica & Business Plan para Operações Diretas ou Indiretas com o Sistema BNDES, FINAME, BANESPAR e Outros para Implantações, Expansões e Reestruturação de Empresas, Emitimos Carta Consulta, Escolhemos e Negociamos com Agentes Financeiros Credenciados e acompanhamos todo o processo até a liberação do financiamento. Operações diretas e indiretas.
    Escolha e negociação com Agentes Financeiros credenciados.
    Elaboração de Carta Consulta.
    Execução do Roteiro de Enquadramento, Aprovação e demais procedimentos de acordo com o perfil da instituição requerida.
    Negociação do crédito – valores, prazos, custos, contrato e liberação. Inclusive, com Bancos públicos, privados, nacionais e internacionais.


    Assessoria Administrativa & Financeira

    Assessoria Adm/Financeira & Planejamento estratégico, operacional e financeiro

    Entendimento das competências, estrutura, resultados e custos atuais
    Estratégia para captação de recursos financeiros (Capital de Giro);
    Desenvolvimento e avaliação de alternativas estratégicas;
    Modelagem financeira para decisão e valorização das alternativas;
    Desenvolver e monitorar Fluxo de Caixa (receita e despesas);
    Programa de redução de custos com fornecedores, bancos, administrativos e outros;
    Planejamento e orçamento financeiro da empresa;
    Relatórios de controles administrativos diversos;
    Acompanhamento da evolução administrativa da empresa no âmbito organizacional;
    Suportar a implementação e operacionalização de projetos;
    Gestão no campo da Administração geral; financeira; material; mercadológica; recursos humanos; organização e métodos, e campos conexos;
    Nova Capilaridade com Instituições financeiras para abertura de linhas;
    Relatórios Gerenciais diversos;
    Fazer parte da história de uma empresa de sucesso!

    Estratégia & Finanças
    Fatores Críticos de Sucesso
    Conhecer o mercado
    Forças e tendências da indústria
    Posição estratégica clara e consistente de foco de negócios
    Administração competente
    Habilidade de atrair, motivar e reter talentos
    Controle financeiro
    Antecipação de mudanças
    Valores e integridade da cia.
    Plano de Marketing
    Plano de Tecnologia
    Finanças (Planejamento do Caixa;Balanço;Origens e aplicações de recursos;Mutações do patrimônio;Gerenciamento dos custos;Notas explicativas e princípios contábeis adotadas)
    Plano orçamentário para empresas em operação (plano periódico com Goal Setting Plan & Plano para solução de problemas)

    Exibir