voltar para Produção Acadêmica

FORMAÇÃO PROFISSIONAL, TRABALHO EMOCIONAL E A TRANSFORMAÇÃO DOS MODOS DE PRODUÇÃO, DAS EMPRESAS DOS SÉCULOS XX E XXI. Um Estudo Teórico a Partir do Setor de Serviços.

O mundo do trabalho está em agressiva transformação. Esta mudança é fruto das variações econômicas, emocionais, tecnológicas e das mudanças no processo de trabalho, que, de maneira importante, está alterando, afetando e metamorfoseando esse mundo, em nosso país, nos últimos trinta anos. Assim, essas mutações têm feito emergir um outro perfil de competências. Isto porque, essas mudanças provocaram significativas alterações na estrutura do emprego, nas formas de flexibilização do trabalho, nos mecanismos de apropriação do conhecimento, nas relações das empresas com os sindicatos, etc. Dessa forma, este estudo teórico investiga os processos de formação profissional, na ordem do capital flexível, no setor de serviços, como uma das novas formas de promover: o compromisso, a dedicação e a parceria da classe trabalhadora. Fora isto, este estudo averigua o quanto estas ações estão estruturadas para: o atingimento de metas, maior aproximação e comunicação entre os diferentes níveis hierárquicos nas empresas do século XXI; e o quanto elas estão no coração do capitalismo determinando a sua forma de ser. Ainda, este estudo estuda a partir da área de treinamento de pessoas, das empresas brasileiras, os impactos dessas ações de capacitação e formação, e os impactos dessas ações nos novos espaços do trabalho, nos sistemas de controle, e na gestão de pessoas.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Angelo Peres

    Mestre em Economia, pela UCAM. Pós-Graduado em Recursos Humanos, Marketing e Gestão Estratégica. Professor Universitário da Universidade Candido Mendes (UCAM) Sócio-Gerente da Peres & Peres Consultores Associados - Empresa de consultoria especializada em RH. Consultor e palestrante.

    Exibir