Dimensionamento de armazenagem, layout, classificação e controle de estoques

Este artigo é resultado de uma pesquisa bibliográfica onde foram analisados pontos relevantes à armazenagem de produtos, os quais podem variar em função da quantidade armazenada, tipo do produto (frágil, resistente, perecível e outros) e o que mais se busca no mercado, atender as necessidades dos clientes (internos ou externos). Torna-se imprescindível, antes de se iniciar os processos de armazenagem, saber: a quem irá atender, o que vai armazenar, qual a quantidade, por quanto tempo e o tipo do produto. A partir desse ponto, torna-se possível saber: quais recursos serão utilizados no processo de armazenagem e qual a quantidade (equipamentos e pessoas). Outro ponto abordado é a escolha do Layout (arrumação), o que é feito pensando na movimentação dos produtos, recursos, pessoas e no melhor aproveitamento do espaço disponível buscando agilizar o processo e reduzir custos com desperdícios e com retrabalho, o que pode ser transformado em uma vantagem competitiva (atributo tirador de pedido). Todas essas escolhas implantadas não são suficientes para uma boa execução dos processos de armazenagem sem um método eficiente de controle, e isso é possível com a utilização de um sistema de TI (tecnologia da informação) de controle e um constante trabalho de capacitação das pessoas envolvidas no processo.


Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Luiz Guedes

    Gerente administrativo de uma empresa, formado em Administração de Empresas e cursando MBA em Logística.

    Exibir