voltar para Produção Acadêmica

Convite ao diálogo contra a violência sexual

Na virada do século, o Brasil instituía o dia dezoito de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi definida devido a um crime brutal acontecido em mil novecentos e setenta e três: o sequestro, estupro e assassinato da menina Araceli Sanches, de oito anos de idade. Ainda em dois mil e quinze a violência sexual atinge, anualmente, milhares de meninas e meninos brasileiros, apesar da crescente mobilização de governos e sociedade civil no enfrentamento deste tipo de violência. Mais recentemente, um novo ator tem se aproximado desta causa: empresas de diferentes portes e ramos de atuação. Quando se estabelece em um território, uma grande empresa ou uma grande obra atuam de forma determinante sobre o contexto local. Além das mudanças esperadas sobre o mercado de trabalho, outras questões são significativas, embora pouco discutidas. O que pode significar – em termo de impacto nas relações de gênero – o aumento considerável do número de homens em uma cidade? Vinte mil, por exemplo, ainda que essa chegada aconteça ao longo de quatro ou cinco anos? Em áreas com tão impactante crescimento do fluxo de trabalhadores, são relatados por exemplo, aumento de sensação de insegurança para mulheres em vias públicas, existência de tensões e situações de violência entre homens locais e migrantes

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Cláudio Gama

    Analista Técnico em Gestão Governamental na função de Administrador no Governo do Estado de Santa Catarina/Secretaria de Estado da Casa Civil - SCC. Especialista em Gestão Pública pela Faculdade Municipal de Palhoça-SC. Curso de Especialização em Gestão em Saúde pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (concluído sem obtenção do título). Administrador formado pela Universidade Federal do Paraná- UFPR. CRA-SC nº 24.673. Tecnólogo em Gestão Pública formado pela UFPR. CRA-PR nº 200.185 e CRA-SC nº 600.285. Técnico em Gestão Pública com ênfase em Administração Municipal formado pela UFPR.

    Exibir