voltar para Produção Acadêmica

AS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO E SUAS PRÁTICAS, COMO FATOR RELEVANTE PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, E O INGRESSO NO MERCADO DE TRABALHO EM TERESINA-PI.

Este trabalho apresenta uma análise sobre a metodologia de ensino desenvolvida com sessenta alunos do curso de administração em Teresina-PI. Pesquisa financiada pela FUNPESQ-Fundação de Incentivo a Pesquisa.

INTRODUÇÃO


A cidade de Teresina é um local que ao longo dos anos vem apresentando um bom desenvolvimento, e sua influência econômica regional é determinada pelos setores de serviços e comércio, que abrangem grande parte dos estados do Maranhão, Pará, Tocantins e o Oeste do Ceará e de Pernambuco. É notável como o mercado de trabalho aumenta paralelo ao desenvolvimento econômico da cidade, tornado perceptível os processos por que passa a capital piauiense, tais como: ampliação das suas poucas indústrias; e expansão do setor da construção civil.


Como conseqüências desse crescimento econômico, surgem maiores oportunidades no mercado de trabalho, e também com ele, mais exigências em relação à capacitação dos profissionais que estarão à frente destas empresas. Neste sentido, observa-se a necessidade de se ter profissionais capacitados a assumirem posições estratégicas e empreendedoras que mobilizem as empresas e seus setores de atuação.


O curso de administração de empresas na capital é importante para a formação dos profissionais que irão ocupar o mercado de trabalho, partindo dessa idéia, cabe ressaltar que durante o processo de formação desses profissionais, estes conhecerão as teorias que envolvem a ciência da administração, ferramentas que ao longo do curso são direcionadas ao conhecimento organizacional, ou seja, como funciona uma organização com relação às pessoas que nelas trabalham seus processos, suas tecnologias, e o estudo do mercado como um todo. Essas teorias devem estar acompanhadas de atividades práticas que proporcionem um melhor aprendizado aos alunos em sala de aula, e conseqüentemente, uma melhor compreensão destes com relação às habilidades que serão desenvolvidas quando do ingresso no mercado de trabalho. O estudo proposto tem como base, a necessidade de identificar se a metodologia desenvolvida com os alunos do curso de administração é direcionada às exigências do mercado.


Para se desenvolver uma metodologia que estabeleça objetivos dentro do contexto que envolve a ciência de administração, é necessário que os professores elaborem um plano de ensino, que desenvolva o comportamento e a visão crítica dos alunos em relação ao campo de atuação de um administrador. Dessa maneira, o estabelecimento dos objetivos irá servir para orientar a prática pedagógica do professor, ou seja, quando e como devem ser trabalhados os conteúdos a serem abordados em sala de aula que possibilitem ao alunato seu preparo para o mercado[2]; para tanto, é necessário que ocorra através de estudos de casos, seminários, atividades interdisciplinares, visitas técnicas, dentre outras, atividades que direcionem o seu aprendizado a uma prática de forma dinâmica e sinérgica. Esses métodos de ensino são a base para uma didática participativa, onde há uma interação maior entre professor e aluno.


A presente pesquisa utilizou uma abordagem qualitativa e analítica como fonte metodológica – à pesquisa bibliográfica aliada a pesquisa de campo onde, a fundamentação teórica foi fundamental para entendermos as necessidades do objetivo principal da pesquisa. A pesquisa de campo realizada mostrou como ocorre a formação dos alunos pesquisados e sua relação com o mercado. O foco da pesquisa desenvolveu um estudo com relação às práticas educacionais dos alunos paralelo com as situações mercadológicas que fazem parte da realidade do mercado de Teresina.


O trabalho considerou as informações bibliográficas como ponto inicial, e foi complementado com análises dos dados da pesquisa de campo, colhidas através de questionários com sessenta alunos de duas instituições pesquisadas.


Os dados coletados buscaram informações concretas em relação ás metodologias de ensino aplicadas por cada instituição pesquisada. Com essa abordagem analítica foi visado a opinião dos alunos em relação às suas perspectivas quanto ao espaço dos alunos de administração no mercado de Teresina.Os resultados dessa pesquisa podem informar qual a perspectiva do aluno do curso de administração com relação à realidade do mercado de Teresina, e, se os mesmos acreditam que a instituição e o professor trazem para a vida acadêmica o que poderá ser explorado nas diversas áreas de atuação de um administrador, como também, se esses alunos já ingressaram no mercado antes mesmo da formação acadêmica.


TERESINA/CURSO DE ADMINISTRAÇÃO


Teresina é uma cidade localizada em uma região geográfica estratégica, onde o fluxo de transações comerciais e transporte de mercadorias entre os estados vizinhos passam pela cidade. É uma localização que promove no mercado local, atividades que se beneficiam da rota comercial que flui na cidade.

Podemos observar que Teresina é favorecida por se encontrar num importante entroncamento rodoviário do nordeste, que interliga seus estados à região Norte, e facilita a comunicação com os principais centros urbanos das regiões sudeste e centro-oeste, tendo como principais vias de acessos as BRs: 316(São Luís - Teresina – Recife). 343 (Floriano - Teresina - Parnaíba) e 226(Teresina- Fortaleza – Natal). Essa questão geográfica influencia o comércio e a prestação de serviços na capital. O comércio e a prestação de serviços são importantes, pois estes são os setores mais ocupados por grande parte da população em suas atividades. Podemos ver que, tirando os ocupantes do setor público que é a grande influência econômica na cidade, temos no comércio e em outros tipos de serviços os maiores percentuais de população ocupada, mas isso não quer dizer que necessariamente esses são os setores que mais crescem durante os anos, observa-se, que os efeitos da localização estratégica da capital e o processo de desenvolvimento da cidade estão refletindo na indústria, especificamente na construção civil, onde esse setor representa um crescimento médio de 14,53%. Em quatro anos, a capital passou por um processo de aumento de vagas nos seus setores de atividades, e isso se originou com o crescimento das empresas que compõem o mercado, que a cada dia, estão ampliando suas atividades, e proporcionando mais oportunidades, e exigindo cada vez mais profissionais qualificados no mercado de trabalho.


De acordo com CHIAVENATO (2000):

"Nos próximos anos o mundo verá o fim da forma organizacional de hoje (organização burocrática). As fraquezas da organização serão os germes dos futuros sistemas organizacionais, devido a: Mudanças rápidas e inesperadas, principalmente no campo do conhecimento e da explos

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Marcus Frota

    Administrador, graduado pela (Mauricio de Nassau)FAP-Faculdade Piauiense e Pós-graduado em Gestão de Pessoas pela UVA, atualmente é professor do curso de administração da FEBAC- Faculdade de Educação de Bacabal, no estado do Maranhão. Desenvolve atividades voltadas ao ensino profissionalizante, superior e consultoria.

    Exibir