voltar para Produção Acadêmica

ANÁLISE DA CONCESSÃO DE CRÉDITO DE FINANCIAMENTO PARA MICROS E PEQUENAS EMPRESAS DA CIDADE DE ANÁPOLIS.

SOUZA, Túlio César de. Análise da concessão de crédito de financiamento para micros e pequenas empresas da cidade de Anápolis. Anápolis-Go. UniEVANGÉLICA Centro Universitário, 2008, 67p. O objetivo central desse trabalho foi analisar a concessão de crédito de financiamento para micros e pequenas empresas da cidade de Anápolis. Os dados foram levantados de forma a conhecer algumas linhas de crédito especificas para o padrão dessas empresas. Outro fator da análise foi se os micros e pequenos empresários possuem conhecimento das linhas de crédito existentes, também foi levantado se os micros e pequenos empresários analisados já buscaram alguma aquisição de crédito. A metodologia utilizada foi através de pesquisas bibliográfica, demonstrando o conceito de cada fator que venha facilitar a compreensão dos procedimentos para aquisição de créditos. Realizou-se também uma pesquisa com os micros e pequenos empresários de Anápolis onde realizou a análise dos procedimentos para a aquisição de crédito. Os resultados obtidos estão dispostos de forma a compreender a problemática que era: Quais são os principais procedimentos para que os micros e pequenos empresários possam conseguir adquirir créditos para financiamento?

INTRODUÇÃO


O fator capital é parte integrante de toda e qualquer instituição, seja ela filantrópica ou não. No momento competitivo em que estamos inseridos a administração deste recurso é fundamental em qualquer período de tempo. Logo há uma necessidade latente de promover o conhecimento necessário do uso consciente dos recursos financeiros.

Ter conhecimento do mercado de crédito, de suas exigência, dos seus procedimentos, entre outros fatores adotados pelas instituições financeiras para conceder crédito e diminuir os riscos de inadimplência, é fundamental para o processo de aquisição de crédito.

Este projeto teve por objetivo a análise do consenso e dissenso das políticas de crédito utilizadas para financiamento das micros e pequenas empresas de Anápolis, para tanto o projeto apresenta os seguintes objetivos específicos: a análise dos critérios de avaliação de crédito, além de buscar verificar a modalidade de crédito existente e identificar as taxas de juros estabelecidas para concessão de crédito.

Tendo como justificativa a aquisição de crédito com a finalidade de financiamento, é um fator de suma importância para micros e pequenas empresas. É através da aquisição de crédito que a empresa poderá financiar as máquinas e equipamentos, sem ter que utilizar o seu capital próprio, podendo utilizar este como capital de giro dentro da mesma. Por lidar com um fator tão importante como a aquisição de crédito. Justifica-se este pelo fato de buscar a conscientizar os micros e pequenos empresários a adquirir o crédito no local certo, com a taxa de juros mais adequada e no melhor prazo, a fim de evitar constrangimentos futuros, fazendo o levantamento da seguinte questão: Quais são os principais procedimentos para que os micros e pequenos empresários possam conseguir adquirir créditos para financiamento?

Este está dividido na seguinte forma, capítulo 1 Referencial Teórico com todos os assuntos referentes ao tema abordado, tais como: Sistema Financeiro Nacional, função financeira, estrutura de capital, grau de alavancagem financeira, planejamento financeiro, análise de investimentos, análise de financiamento, análise de crédito, e linhas de créditos,

O capítulo 2 constitui a Metodologia apresentada que está divida da seguinte forma: tipo de pesquisa, universo da pesquisa, seleção do sujeito, coleta dos dados, tratamento dos dados, dificuldades do método. Já o capítulo 3 é o Resultado da e Análise dos Resultados, sendo constituído por: Caracterização da Pesquisa, Análise e Avaliação dos Resultados.

Ao final apresenta-se à conclusão e sugestões, bem como o referencial bibliográfico e logo após o anexo.

Ressalta-se que este trabalho tem o intuito de analisar e incentivar a análise da concessão crédito para os micros e pequenos empresários da cidade de Anápolis-Go.

REFERENCIAL TEÓRICO

O principal objetivo deste tópico é de apurar as teorias e os conceitos transcritos em obras literárias que abordam o tema, e que serviram de agregação de fundamentos para que se obtenha a concretização da análise do projeto.


1.1 Sistema Financeiro Nacional (SFN)


O Sistema Financeiro Nacional (SFN) é um agrupamento de organizações financeiras, que possuem dois objetivos básicos: (i) facilitar a aquisição de crédito para investidores de maneira que estes venham proporcionar um desenvolvimento econômico nacional; (ii) é o controlar e zelar pela ordem econômica nacional através de instituições que possuem o objetivo de determinar as diretrizes (CMN); fiscalização (BACEN) e cumprimento dessas diretrizes (demais instituições financeiras). Também existem as instituições auxiliares (CVM) que determinam e fiscalizam as diretrizes a serem seguidas.

O sistema financeiro está integrado por um conjunto de intermediários financeiros Entre este cabe estabelecer duas categorias fundamentais: os que têm capacidade para criar dinheiro formam o sistema monetário, os que não tem capacidade para criá-lo fazem parte do sistema não-monetário. Os primeiros são aqueles cujos ativos financeiros são aceitos geralmente como meios de pagamentos, isto e, são dinheiro. Os intermediários financeiros do sistema não-monetário caracterizam-se por emitir ativos financeiros (passivos para eles) que não são dinheiro em sentido estrito. (TROSTER E MOCHÓN, 2002, p. 249)

Esses conjuntos de entidades atuam com o interposto de evitar sabotagem ou uso de má fé de uma das partes, sendo esta os investidores e poupadores, no qual o SFN dividi-se em dois segmentos: o primeiro é zelar pelo sistema monetário, enquanto o segundo desenvolve todas as metodologias a serem seguidas pelo mercado não-monetário (mercado acionário).

"[...] sistema financeiro poderia ser a de um conjunto de instituições que se dedicam, de alguma forma, ao trabalho de propiciar condições satisfatórias para a manutenção de um fluxo de recursos entres poupadores e investidores". (FORTUNA, 2002, p.15)

Verifica-se que o sistema financeiro nacional é constituído por entidades que atuam no mercado financeiro, o SFN visa manter a ordem e o desenvolvimento econômico nacional.

A seguir apresenta-se o conjunto de sistema, que compõem o Sistema Financeiro Nacional (SFN).


1.1.1 Conselho Monetário Nacional (CMN)


O Conselho Monetário Nacional é a entidade que está no nível superior do SFN, com a responsabilidade de determinar as regras, procedimentos e direções da política monetária, creditória e cambial do país, não sendo de sua responsabilidade a execução da fiscalização das diretrizes estabelecidas, mas sim do Bacen que será relatado mais adiante.

Segundo Rossetti (1997, p. 640) "O CMN é um órgão normativo por excelência. Não tem funções executivas. Fixam, em sentido abrangente, todas as diretrizes de atuação do setor financeiro, contabilizando-as com o desempenho projetado para o setor real da economia".

De acordo com Vasconcellos (2002, p.320) "O Conselho Monetário Nacional é o órgão máximo de todo o sistema financeiro nacional".

Observa-se que o Conselho Monetário Nacional (CMN) é um órgão do Sistema Financeiro Nacional, com a função de estabelecer as diretrizes a serem seguidas e ao mesmo tempo fiscalizar os demais órgão do sistema monetário, para obtenção do feedback se estes estão executando o que a eles foram estabelecidos.


1.1.2 Banco Central do Brasil (BACEN)


O Banco Central do Brasil (BACEN) é uma autoridade monetária do Sistema Financeiro Nacional, com função executiva, cabendo a ele fiscalizar e fazer com que todas as instituições financeiras cumpram as diretrizes estabelecidas pelo conselho do Conse

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Túlio Souza

    Sexo: Masculino
    Signo: Sagitário
    Livros Preferenciais para Leitura: A arte da Guerra, A riqueza das nações, Hamlet,
    Autores Peferidos: Sun Tzu, Adam Smith, Shakespeare, Nietzsche
    Area da Administração Favorita: FInanças.

    Exibir