voltar para Produção Acadêmica

A Lealdade Institucional nas Atuais Relações de Trabalho

Introdução

Buscar explicações para o seu tempo é o objetivo do estudo de todo aquele que se propõe a um maior aprofundamento dos conteúdos que adquire em sua formação acadêmica. A reflexão da circunstância vivenciada é uma prática enriquecedora que é motivada pelo espírito crítico e investigativo do estudante que não se contenta apenas com a absorção e reprodutibilidade do conhecimento.
Vivemos um tempo de grandes transformações na sociedade e no ambiente competitivo das suas organizações em que o trabalho acontece sob as mais diferentes formas e significados. Então, ao tempo que há tanta redução dos postos de trabalho, que importância é dada à lealdade institucional1 no contrato psicológico2 que se estabelece entre os trabalhadores formalmente empregados e as empresas que os empregam, quando estas empresas passam por processos de aumento de produtividade e redução no nível de emprego3?
Localizar tal estudo em um maior conhecimento da realidade da região em que se vivem tais experiências, no dia-a-dia das organizações da região, por certo contribui para institucionalizar a pesquisa na sociedade extramuros do ambiente acadêmico.
Avaliar, assim, a importância atribuída à lealdade institucional no contrato psicológico estabelecido entre quem emprega e quem é empregado motivou as reflexões deste estudo, ora publicado sob a forma de artigo, condensado da dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Administração da PUC-Rio, em outubro de 2000, orientada pela Professora Doutora Sylvia Constant Vergara, como parte integrante dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Administração.
A lealdade institucional é um valor constitutivo integrante das relações entre a empresa e os seus empregados, nos contratos psicológicos por eles estabelecidos.
A abordagem é fenomenológica com prática hermenêutica aplicada ao fenômeno da mudança organizacional, com foco na lealdade4, na expectativa de interpretá-la e perceber seu significado nas atuais relações de trabalho.
Quanto aos fins a que se propõe este estudo pode ser categorizado como pesquisa descritiva e/ou explicativa e quanto aos meios que se emprega para a coleta de dados, como pesquisa de campo, bibliográfica e documental.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    LAURO d'AVILA

    Professor universitário dos cursos de Comunicação e Administração

    Exibir