voltar para Produção Acadêmica

A IMPORTÂNCIA EM SE PROJETAR DE FORMA RACIONAL

DISCIPLINA: ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS / AUTOR: CARLOS CESAR ANCHIETA ROMÃO

TCD - ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS


TÍTULO: A IMPORTÂNCIA EM PROJETAR DE FORMA RACIONAL


OBJETIVO:

O objetivo deste trabalho é apresentar de forma sucinta a importância de um projeto elaborado de forma racional por seus executores. Serão mostrados os mecanismos utilizados pelos envolvidos no processo, assim como as ferramentas modernas que se encontram a disposição de quem deseje aplicá-las.


JUSTIFICATIVA:

Mimha intenção é mostrar os mecanismos dos principais processos para uma elaboração e análise dos projetos, focando os seguintes pontos principais:
Ambiental, Educativo, Cultural, Social, Científico e Tecnologico, como tudo isso provocar a interligação dos projetos sugeridos ou analizados.


INTRODUÇÃO:

Antes de iniciarmos nossa explanação, é preciso escolher uma entre tantas definições de projeto. Sendo assim, apresento a definição a seguir que me parece mais completa e adequada ao tema deste trabalho:

Um empreendimento detalhado e planejado com clareza, com datas de inicio e fim, tendo como aspecto relevante as limitações de tempo, custo e recursos.

Está organizado em um conjunto de atividades contínuas e interligadas a ser implantadas, voltadas a um objetivo comum de caráter ambiental, educativo, cultural, social, científico e/ou tecnológico.


DESENVOLVIMENTO:

O que podemos depreender da definição acima é que todo o projeto possui características em comum, a saber:

- Temporalidade, singularidade (unicidade) - Todo projeto difere de algum modo de um outro.

- Incerteza, Complexidade - Depende do número de tarefas envolvidas.

- Grau de precisão do objetivo - Depende do grau de incerteza e do grau de complexidade.

Sendo essas grandezas inversamente proporcionais, ou seja, quanto maior a complexidade e a incerteza menor será a precisão do objetivo e vice versa. Essa relação é conhecida como Cubo da Incerteza .

O Grau de complexidade, singularidade e precisão do objetivo, determina o grau de incerteza do projeto.

Muitos projetos fracassam devido à falta de atenção aos seguintes fatores:
Controle e treinamento inadequado; falta de liderança do gerente de projeto e de integração entre as áreas-chave do projeto; cenário macro-ambiente desfavorável; objetivos mal definidos; tentativa de vender o projeto a qualquer custo; pouca compreensão da incerteza e complexidade do projeto devido a insuficiência ou inadequação de dados.

Evitar surpresas durante a execução dos trabalhos, desenvolver diferenciais competitivos para agilizar o retorno sobre o investimento e a tomada de decisões, são algumas das razões para um gerenciamento racional do projeto.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

A otimização e a utilização dos recursos envolvidos certamente vai gerar conhecimento para projetos futuros.

Concorrem ainda para o sucesso de um projeto a observância dos prazos e orçamento, buscando sempre realizar o mínimo de alterações no escopo inicial. Utilizar eficientemente os recursos disponibilizados, atingir a qualidade e o desempenho desejados; ter aceitação sem restrições pelo cliente e executa-lo sem interrupção ou prejuízo ás atividades normais da organização.

Conforme pudemos observar não basta apenas traçar o plano, mas é fundamental acompanha-lo permanentemente, fazendo os ajustes e correções necessárias, ao final de cada etapa e antes de iniciar a seguinte. Cercar-se de pessoal competente e qualificado, com experiência no desenvolvimento e aplicação de projetos, que tenham o objetivo focado na conclusão satisfatória. Nunca subestimar ou postergar qualquer tipo de procedimento com influência direta ou indireta na cadeia de ações criadas, respeitar o projeto e escopo de forma racional e eficiente, é garantia de resultados excelentes.


REFERÊNCIAS:

http://www.ebah.com.br/a-importancia-de-se-projetar-de-forma-racional-doc-a58620.html; wikipedia.org/wiki/Gerência de projetos;

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.

    Carlos Romão

    Dinamismo, iniciativa, liderança, organização, facilidade de comunicação, bom relacionamento interpessoal, bom português, informática, negociação, coordenação de atividades, cumprimento de metas, capacidade de análise e interpretação de dados, trabalho em grupo/equipe, tomada de decisão.

    Exibir