*/}

voltar para Produção Acadêmica

A dificuldade do Estado em manter a harmonia entre os três poderes da República

O estudo da teoria da divisão dos Poderes ainda reserva muita importância, uma vez que os debates e polêmicas daí advindos são capazes de contribuir para o aperfeiçoamento das instituições políticas, sobre tudo o Brasil

Se, na teoria, aprendemos que os três poderes são independentes, na prática, observamos que a realidade é bem diferente. O estudo da teoria da divisão dos Poderes ainda reserva muita importância, uma vez que os debates e polêmicas daí advindos são capazes de contribuir para o aperfeiçoamento das instituições políticas, sobre tudo o Brasil, onde a Constituição e a Nova República ainda são relativamente jovens.

Estudar a natureza do poder e seus desdobramentos é uma tarefa árdua a que os antigos se dedicaram e que os contemporâneos continuam a fazê-lo. O esforço de Platão em desenhar o que seria uma organização política ideal na sua obra A República se mostra atual, já que ainda nos dias de hoje nos perguntamos sobre qual a melhor forma possível de uma organização política.
Proponho neste pequeno trabalho, uma análise da teórica da divisão entre poderes. Este se encontra consagrado no art. 2° da Constituição da República e informa toda a organização política do Estado brasileiro.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Amanda Silva

    Amanda Silva

    Estudante de Administração Pública pela Universidade Federal de Uberlândia - Modalidade EAD.Carneirinho/MG

    ExibirMinimizar
    CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.