Ventiur.net abre processo seletivo para novo ciclo de aceleração

A empresa está selecionando startups para receberem investimentos

A Ventiur.net, aceleradora de startups, está selecionando empresas, produtos ou modelos de negócio inovadores para participarem do segundo ciclo de aceleração. Os interessados devem realizar a inscrição pelo site www.ventiur.net de 1 a 28 de fevereiro. Mais informações podem ser obtidas pelo fone 3012-5020.


Durante o primeiro ciclo de aceleração, a Ventiur injetou cerca de R$ 9 milhões de reais, que serão distribuídos até 2015. Segundo o Sócio-Diretor da empresa, Tiago Lemos, esse ano a meta é dobrar esse valor, buscando novos investidores e fundos de investimentos. “Esperamos ter 80 projetos inscritos e selecionaremos 10% para a fase de pré-aceleração”, explica ele. “A seleção para a aceleração dependerá do potencial apresentado e dos resultados da pre-aceleração”, finaliza Lemos.

Como vai funcionar

As propostas recebidas para o segundo ciclo de aceleração serão pré-selecionados conforme os critérios de avaliação da Ventiur,net, dentre os quais destacam-se: a) diferencial do negócio e grau de inovação; b) perfil dos empreendedores; c) escalabilidade do negócio/tamanho do mercado e; d) sinergia com outros negócios da rede Ventiur. Espera-se identificar cerca de 20 projetos que serão avaliados por uma banca formada pelos sócios-investidores da Ventiur.net, que selecionarão 10 para iniciar o processo de aceleração.

A partir daí inicia-se a primeira fase de aceleração chamada de Warm-up. Durante um período de até três meses, os empreendedores passarão por um processo intensivo de capacitação, aconselhamento e assessoria, com foco na validação de seus modelos de negócios. “Nosso papel será ajudar os empreendedores a validar se seus produtos e modelos de negócio estão adequados ao mercado que pretendem atingir, fazendo os devidos ajustes”, pontua Sócio-Diretor da Ventiur, Tiago Lemos.

Das 10 startups que participarão da primeira etapa do processo, apenas três empresas serão aprovadas para a segunda fase, intitulada de GO HARD, que terá duração de mais seis meses. Neste período, será o momento de colocar a “mão na massa”, ou melhor, no negócio. Afinal, as três selecionadas receberão investimento financeiro e uma assessoria intensiva para que os empreendedores toquem seus negócios de forma acelerada e comecem a obter resultados. “O prazo é curto, e terá que ser aproveitado ao máximo para mostrar que o negócio tem potencial e pode merecer aportes futuros de outros investidores”, destaca Lemos.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.