Café com ADM
#

Venda de brinquedos de grande porte aumenta em 35% neste final de ano

Segundo a loja Super Brinquedos, a demanda é puxada pelo interesse da classe C em adquirir camas elásticas e equipamentos de playground

A Super Brinquedos, empresa do setor de comercialização de brinquedos de grande porte no Brasil, registra, neste Natal, um expressivo aumento do interesse do consumidor final por brinquedos de grande porte, como camas elásticas, playgrounds e casas de boneca. Os produtos, que tradicionalmente eram vendidos para condomínios, escolas, clubes e construtoras, caíram no gosto do consumidor em geral, no momento em que cresce a disposição dos brasileiros em gastar mais para adquirir produtos diferenciados.

“O crescimento de 35%, verificado nas vendas de final de ano, se deve, em grande parte, à procura dos brinquedos pela classe C, que respondeu sozinha por 50% da demanda no período”, observa Rodrigo Lopes, presidente do Grupo Mega Mais, conglomerado de empresas que inclui a Super Brinquedos.

Na opinião de Lopes, o aumento do crédito e a vontade dos pais de dar aos filhos o que não tiveram na infância explica o aumento das vendas dos brinquedos de grande porte entre os integrantes das classes em ascenção. A cama elástica, por exemplo, custa em média R$ 1.500,00, e pode ser parcelada em 12 vezes sem juros, no site da Super Brinquedos.

Pessoas de faixas de renda diferentes também optam pelos produtos em função da disponibilidade de dinheiro e de espaço para acomodar os “brinquedões”. “É o caso dos consumidores das classes A e B, que moram em condomínio ou casas”, explica Lopes.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.