Café com ADM
#
Traficantes usam imagem de cantor em embalagem de maconha
Traficantes usam imagem de cantor em embalagem de maconha

Traficantes usam imagem de cantor em embalagem de maconha

Imagem do músico Samuel Rosa indicava o tipo de droga dentro do pacote, que possui nome parecido com o da banda que ele lidera

Traficantes de Bangu, na área da Vila Aliança, usam fotos do cantor Samuel Rosa, da banda mineira Skank, para ilustrar pacotes de maconha vendidos no Rio de Janeiro. A "supermaconha", chamada de "skunk" (daí a associação com a imagem do vocalista), seria vendida na favela da Zona Oeste do Rio de Janeiro, segundo informações de O Globo.

Na embalagem, Samuel aparece ao lado de imagens do escudo do Flamengo, do símbolo do Batman, de uma lata de energético, da frase "Jesus é o dono do lugar", além do nome do local onde a droga foi produzida e a sigla TCP (Terceiro Comando Puro), uma das maiores organizações criminosas do país.

A "skunk" é uma maconha manipulada geneticamente usando vários tipos de planta do mesmo gênero da cannabis sativa, de onde vem a maconha comum. Nela, o nível do produto ativo THC, responsável pelas sensações e pelo vício na droga, é sete vezes maior.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.