Café com ADM
#

Tenha uma identidade digital

Com o e-CPF e o e-CNPJ o empresário pode retirar uma certidão negativa, retificar documentos pessoais e jurídicos, fazer um financiamento, abrir uma conta bancária sem sair do escritório.

Nos dias atuais você pode ir ao banco, pode ter acesso a diversos livros ou conhecer outros paises sem sair de casa. Esses são alguns exemplos das vantagens que a internet oferece aos seus usuários. Agora o que era sonho tornou-se realidade, pois já é possível ter o CPF e o CNPJ on-line.

O e-CPF e o e-CNPJ, como são chamados às versões on-line desses documentos, facilitará a vida do contribuinte. O cidadão poderá retirar uma certidão negativa, retificar documentos pessoais e jurídicos, fazer um financiamento, abrir uma conta bancária tudo de maneira virtual, porque os documentos eletrônicos funcionam como a assinatura da pessoa ou da empresa.


No entanto é preciso tomar cuidado durante a solicitação do e-CPF ou do e-CNPJ para o sonho não virar pesadelo. O auxilio de um contador especializado assume um papel de grande relevância, agilizando um processo rápido que se não for acompanhado de maneira correta pode-se tornar um processo extremamente burocrático.

“Um profissional de contabilidade sabe quais documentos, sejam eles originais ou cópias autenticadas, são necessários para a aquisição das versões digitais. Além disso, é ele quem efetua uma pesquisa prévia na Receita Federal, mediante autorização emitida pelo cliente, para obter as informações que constam nos órgãos que as empresas especializadas vão consultar. Dessa forma, não tem como haver incompatibilidade”, esclarece Dora Ramos, diretora da Fharos, empresa especializada em assessoria financeira e contábil.

Lançado há três anos pela Receita Federal, o e-CPF ainda não é comum para a maioria das pessoas porque o preço da aquisição pode não ser interessante – o kit com cartão e leitora óptica pode custar mais de R$ 400,00. Por isso, os bancos estudam a possibilidade de inserir esse serviço em um pacote para os clientes, como meio de baratear o processo e agilizar as transações bancárias.

Já o e-CNPJ caminha a passos largos e as empresas, principalmente de médio e grande porte, já aderiram aos sistemas e vivenciam os benefícios da tendência. Com o e-CNPJ as empresas garantem vantagens como: emitir notas fiscais eletrônicas, assinar contratos digitais, acompanhar processos legais, verificar a autenticidade de informações divulgadas na versão on-line do Diário Oficial, consultar e regularizar a situação cadastral e fiscal, emitir certidões, gerar procurações eletrônicas, acompanhar processos fiscais, entregar o IRPJ, a DCTF e a DIPJ, além de fazer a Redarf.

“E o melhor: a pessoa jurídica que está por trás da organização pode fazer todas essas tarefas sem sair do escritório. É muito mais gestão de tempo para o empresário focar nas atividades que lhe trazem retorno financeiro”, avalia a especialista.

É importante frisar que para emitir um CPF ou CNPJ digital é necessário que a pessoa física ou jurídica possua o seu "documento real" e, ao contrário do que muitos pensam, não é a Receita que emite o certificado, mas sim empresas autorizadas, como a SERASA, o SESCON, SERPRO e CERTISIGN.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.