Sites afirmam que caso de menina expulsa de unidade do KFC é fraude; família nega
Sites afirmam que caso de menina expulsa de unidade do KFC é fraude; família nega

Sites afirmam que caso de menina expulsa de unidade do KFC é fraude; família nega

Victoria Wilcher, de três anos, teria sido expulsa de uma lanchonete da rede por "assustar clientes". A menina já foi atacada por um pitbull e carrega cicatrizes no rosto

Na última semana, a história da pequena Victoria Wilcher ganhou atenção da mídia internacional. Ela teria sido expulsa de um dos restaurantes da rede KFC, na cidade de Jackson, no Mississipi, enquanto lanchava com a avó. Segundo a página Victoria’s Victories, dedicada à menina, o funcionário teria dito que as cicatrizes que ela carrega no rosto - desde que foi atacada por um pitbull - estariam "assustando outros clientes".

A rede pediu desculpas pelo ocorrido e prometeu doar 30 mil dólares para o tratamento da criança, enquanto as investigações sobre o caso não eram concluídas. Porém, de acordo com um artigo publicado no Gawker, o transtorno nunca teria acontecido. Fontes teriam informado que não há registros da passagem de Victoria e a avó na unidade do KFC, no dia em que o problema foi relatado.

Além disso, não há registros do pedido de refeição feito pela avó da menina lá, segundo o site. De acordo com a publicação, a família teria feito isso para atrair atenção para os problemas da menina e conseguir doações para o seu tratamento. As investigações do próprio KFC ainda não foram concluídas, porém Dick West, representante da rede, afirmou por meio de nota que, mesmo caso seja comprovada a mentira, a doação será mantida pela empresa.

Por outro lado, a família de Victoria negou as acusações e reafirmou que ela foi expulsa do restaurante.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.