Café com ADM
#

Sebrae desenvolve programa 'Produção Mais Limpa' defendido pela ONU

Objetivo é desenvolver uma estratégia técnica, econômica e ambientalmente integrada aos processos de produção

Maceió - O Sebrae realiza no próximo dia 11, em Maceió, o Seminário de Produção mais Limpa para Micro e Pequenas Empresas. O evento vai reunir técnicos e empresários para discutir o uso das medidas de racionalização ambiental e expor os resultados de um projeto-piloto desenvolvido em 10 empresas do Estado.

A discussão sobre o conceito e a aplicação de processos de Produção Mais Limpa (P+L) é uma das pautas em defendidas na Organização das Nações Unidades (ONU) e que vem sendo amplamente desenvolvido no Brasil. Os programa de P+L têm com o objetivo desenvolver uma estratégia técnica, econômica e ambientalmente integrada aos processos de produção e serviços das empresas, visando diminuir custos e agressões ambientais por meio do aumento da eficiência do uso de matérias-primas, como água, energia e a redução ou reciclagem de resíduos.


No Brasil já existem 18 núcleos implantados por meio de uma parceria entre Conselho Empresarial Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Confederação Nacional das Indústrias (CNI).

Em Alagoas um projeto piloto foi implantado em setembro de 2003. Cerca de 22 consultores foram capacitados para prestar assistências às MPEs locais. Dez empresas aderiram ao projeto e algumas delas já começam a colher bons resultados.

Redução de custos

Para Carlos Gomes, proprietário de um hotel de pequeno porte em Maceió, o Programa ajudou a desenvolver nos funcionários e nos próprios hóspedes idéias de conscientização ambiental. Com a orientação dos consultores, Carlos aderiu a medidas que ajudaram a reduzir custos da empresa. A partir da implantação de um sistema de aquecimento e energia solar e com o uso de telhas translúcidas, o empresário consegue uma diminuição de 11% na conta de energia elétrica.

Com a racionalização na lavagem das toalhas a economia mensal é de 24%, além da redução do desgaste do tecido e reposição. O processo neste caso é simples e conta com a ajuda dos hóspedes. Ao invés das camareiras retirem todas as toalhas do quarto para serem lavadas, são os hóspedes quem indicam o que deve ser levado à lavanderia.

Para o consultor Gabriel Campana, o programa Produção Mais Limpa é uma ferramenta importante para os pequenos empreendimentos, pois nesse trabalho de gerenciamento os consultores atuam junto às empresas melhorando a eficiência e reduzindo as agressões ambientais.

Outra vantagem de empresas comprometidas com o desenvolvimento sustentável é a imagem positiva que a empresa passa a ter junto aos clientes, afirmou Carlos Gomes.

O Seminário de Produção mais Limpa para Micro e Pequenas Empresas será realizado no Sebrae, em Maceió, a partir das 17h.

Serviço: Outras informações pelos telefones 216-1632/1800.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.