Saiba se você é uma fraude no trabalho e porque esse medo existe
Saiba se você é uma fraude no trabalho e porque esse medo existe

Saiba se você é uma fraude no trabalho e porque esse medo existe

A Síndrome do Impostor consiste, basicamente, no sentimento de que você está enganando as pessoas

Em algum momento você já pensou que não merecia estar no cargo que você ocupa?

Você acaba achando que teve um excelente resultado porque teve sorte ou mesmo porque trabalhou muito duro para atingir o resultado que você viu?

Se a sua resposta para as duas perguntas foi sim eu quero te alertar para algo muito importante: A Síndrome do Impostor ou também chamada de sentimento de fraude.

Descoberta por duas psicólogas norte americanas em 1978 este sentimento é mais comum do que podemos imaginar.

A Síndrome do Impostor consiste, basicamente, no sentimento de que você está enganando as pessoas, que não é e não pode fazer aquilo que as pessoas imaginam ou esperam que você faça e que a qualquer momento você será descoberta, a qualquer momento a sua mascara irá cair perante todos os seus colegas.

Normalmente, este sentimento costuma se apresentar em pessoas que são audaciosas e extremamente realizadoras.

Um dos casos mais celebres sobre o tema é o da Sheryl Sandberg. Diretora operacional do Facebook e no seu livro Faça Acontecer declarou publicamente ter todos os sentimentos da Síndrome do Impostor.

Eu preciso confessar que também me senti assim.

Trabalhando dentro de um contexto extremamente competitivo e com um viés cada vez mais masculinizado é como se de repente as pessoas fossem descobrir que eu era apenas uma “mulherzinha”.

A necessidade de conquistar combinada com a pressão para fazer cada vez mais e de termos que nos posicionar o tempo todo acaba gerando este tipo de reação ou “efeito colateral” como costumo dizer, pois envolve uma mudança de postura das mulheres que precisam ser cada vez mais altivas e inquisitivas.

Neste contexto, brinco que estamos criando cada vez mais mulheres “tipo homem”, pois acreditamos que ao termos este posicionamento estaremos resolvendo os principais sintomas da Síndrome do Impostor, quais sejam: medo intenso de falhar, falta de autoconfiança, ansiedade entre muitas outras variações e consequências como o micro gerenciamento das demandas, perfeccionismo, excesso de preocupação e tendências workaholics.

Por isso, para te ajudar neste processo de superação dos sentimentos de fraude eu quero deixar aqui 04 passos para você trabalhar no seu dia a dia:

Passo 01: Atenção aos fatos. Anote os dados os fatos reais que acontecem no dia a dia.

Passo 02: Se questione, desafie o que você acredita que são os seus limites.

Passo 03: Saiba quais são os seus pontos fortes.

Passo 04: Converse sobre o tema com pessoas que você gosta e confia.

Quem escreveu esse artigo foi a estrategista e desenvolvedora de carreiras Thaís Lima. Thaís Lima também é detendora do canal no YouTube Sucesso com M que busca empoderar mulheres no mundo inteiro.

Thaís Lima - Estrategista e desenvolvedora de carreiras - Cliente Comunica Me

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.