Resolva um desses problemas para se tornar um milionário
Resolva um desses problemas para se tornar um milionário

Resolva um desses problemas para se tornar um milionário

De acordo com o Business Insider, existem dez desafios que farão de você um milionário caso os solucione. Confira quais são

Robôs, apps, baterias duradouras, pagamentos via dispositivos móveis, energia solar, compras online são algumas das tendências atuais que estão enchendo a conta bancária de empreendedores mundo afora. Porém, são artefatos que já existem e para lucrar com eles é preciso apenas achar um diferencial para o seu produto.

Encontrar saídas para problemas sem soluções, que estão sendo discutidos há décadas - ou mais - é o verdadeiro desafio, que, além de reconhecimento global, resultará em uma grande recompensa financeira.

De acordo com o Business Insider, existem dez problemas que farão de você um milionário caso os solucione. Leia a seguir:

1. Fonte de energia sem fio

De acordo com Tony Fadell, o criador do conceito inicial do iPod, investir na eficiência das baterias é uma armadilha. O que deve ser feito é se beneficiar da energia de outros objetos, assim como extrair mais 'eficiência' das outras partes de um dispositivo móvel.

Engenheiros da Universidade de Washington estão estudando como transformar transmissões de TV e celulares em fontes de energia, uma técnica que permite a comunicação entre esses dispositivos em uma nova escala, em locais que antes eram inacessíveis.

2. Internet para regiões rurais

O Google pretende enviar balões de energia renovável para o espaço, a fim de gerar uma rede de internet ao redor do globo, levando então o acesso à internet a partes remotas do planeta. O Facebook, com seu projeto Internet.org, pretende utilizar drones. Chegue antes deles e garanta seu futuro.

3. Energia solar barata e eficiente

Atualmente, energia solar ou é bastante cara ou é ineficaz. Contudo, pesquisadores australianos dizem ter alcançado eficiência solar em escala comercial com materiais de baixíssimo custo composto por perovskita, um mineral descoberto há um século, mas só agora foi designado para este uso, que é capaz de diminuir os gastos da energia solar em 75%, o equivalente a um watt por US$ 0,10.

4. Carvão limpo

Apesar de menos divulgada, a captura e armazenamento de gás carbônico (CCS) pode ser mais importante do que qualquer tecnologia de energia renovável nos próximos anos, tendo em vista que ela permitirá a queima do combustível mais abundante no mundo. No entanto, desenvolver o suporte e instalações para CCS confiável e em larga escala é demorado e extremamente caro.

5. Transações internacionais de baixo custo

Esse problema ainda não atinge diretamente o consumidor médio, todavia, grandes instituições financeiras perdem quantias relevantes com as taxas de transferências para o exterior. As empresas lucrariam bem mais caso o envio de dinheiro fosse promovido por um distribuidor descentralizado, livre de taxas de intercâmbio.

6. Pílula de emagrecimento (que realmente funcione)

Em 2012, cientistas da UCLA modificaram geneticamente cérebros de ratos com um componente atuante na queima de gordura. Os animais adotaram um estado de metabolismo bastante acelerado. De acordo com a pesquisadora Danielle Piomelli, mesmo sob uma dieta gordurosa e sem praticar exercícios físicos, os ratos resistiram à obesidade e se mantiveram magros. "Eles tinham ainda pressão sanguínea normal e não apresentaram risco de doença cardíaca ou diabetes", declarou Piomelli.

7. Dessalinização barata

Não há dúvidas de que a escassez de água é um dos assuntos mais urgentes do planeta. A dessalinização, caso suas últimas tentativas não tivessem se mostrado ineficientes e não fossem tão caras, seria uma excelente alternativa ao problema. Utilizando energia solar, a startup WaterFX descobriu uma maneira de retirar o sal e outro minerais da água gastando um quinto da energia usada nos processos que envolvem combustíveis fósseis.

8. Previsão de catástrofes naturais

Um livro que trata sobre a falha de Santo André - falha geológica tangencial que se prolonga por cerca de 1.290 km através da Califórnia - aborda a dúvida que paira sobre os estudiosos da sismologia a respeito da previsão de catástrofes naturais: algum dia será possível prever terremotos? Até hoje ninguém foi capaz disso. Entretanto, o número de eventos meteorológicos que custam em torno de milhões de dólares cresce em progressão aritmética.

9. Senhas impossíveis de serem "hackeadas"

Hackers têm se mostrado capazes de acessar praticamente todos os firewalls que já foram criados. Por isso, engenheiros de todo o planeta trabalham avidamente para dar fim a essas invasões. Enquanto alguns especialistas trabalham no desenvolvimento do "obfuscation", criptografia que mascara o funcionamento interno de um programa de computador, o Google, por sua vez, continua pesquisando meios de transformar os smartphones e outros dispositivos em um computador estilo "chave de carro".

10. Morte

Recentemente o Google - sim, mais uma vez o Google - contratou a biofísica Cynthia Kenyon da UCSF para fazer parte do projeto antienvelhecimento Calico. Os experimentos de Kenyon são responsáveis por uma lombriga cuja idade equivale a 80 anos humanos, que age como se tivesse 40 anos de idade.

Com informações do Business Insider.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.