Publicitária morre após trabalhar três dias consecutivos
Publicitária morre após trabalhar três dias consecutivos

Publicitária morre após trabalhar três dias consecutivos

A agência Y&R publicou um comunicado lamentando a morte da funcionária

Uma redatora publicitária da agência Young & Rubicam, na Indonésia, morreu após trabalhar durante três dias sem intervalos. No último tweet publicado por Mita Diran, ela escreveu “30 horas de trabalho e ainda forte”.

De acordo com o pai da jovem, Yani Sharizal, Mita entrou em coma por trabalhar exaustivamente e pelo consumo excessivo de Kratingdaeng, um energético produzido na Tailândia. A agência Y&R publicou um comunicado lamentando a morte da funcionária e declarou que fecharia o escritório por um dia em homenagem a Mita.

A agência ainda declarou que a redatora era determinada e sempre gentil com os outros membros da equipe.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.