Café com ADM
#
Professora da PUC-Rio se retrata por fazer comentário preconceituoso
Professora da PUC-Rio se retrata por fazer comentário preconceituoso

Professora da PUC-Rio se retrata por fazer comentário preconceituoso

Outros professores de diferentes universidades do Rio foram envolvidos em uma polêmica no Facebook

Rosa Marina de Brito Meyer, professora da Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro (PUC-Rio), postou em sua página no Facebook uma imagem que, por causar controvérsia, viralizou na internet.

A docente publicou uma foto tirada no aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, na qual aparecia um homem, que vestia bermuda e camiseta regata, fazendo um lanche antes do embarque. A legenda era a seguinte: “Aeroporto ou rodoviária?”

Em meio aos comentários da publicação, outros professores universitários se manifestaram, também com ironia. O reitor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Luiz Pedro Jutuca, por exemplo, fez a seguinte declaração: “O ‘glamour’ foi pro espaço”. Em resposta, Rosa escreveu: “Para glamour falta muito! Está mais para estiva!”.

Ela, que ocupa o cargo de diretora da Coordenação Central de Cooperação Internacional, mostrou-se descontente pelo fato de o referido rapaz estar em seu voo. “O pior é que o Mr. Rodoviária está no meu voo! Ao menos, não do meu lado! Ufa!”, comentou.

Devido aos inúmeros compartilhamentos da publicação, a troca de mensagens preconceituosas foi parar no perfil de humor "Dilma Bolada", que, ao falar sobre as "infelizes declarações", classificou a professora de de Português para Estrangeiros como "asquerosa".

Na noite dessa quinta-feira (7), Rosa Marina se desculpou pelo ocorrido, novamente em sua página no Facebook: "Sabedora do desconforto que posso ter criado com um post meu publicado ontem à noite, peço desculpas à pessoa retratada e a todos os que porventura tenham se sentido atingidos ou ofendidos pelo meu comentário. Absolutamente não foi essa a minha intenção".

A personagem Dilma Bolada compartilhou também o pedido de desculpas, e opinou sobre o ato de discriminar. "Que que sirva de lição a todos: pense 13x antes de expor, ridicularizar ou tentar desfazer de alguém, seja o motivo que for", publicou.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.