Café com ADM
#
Por que o SBT ainda tem programação infantil? Silvio Santos explica
Por que o SBT ainda tem programação infantil? Silvio Santos explica

Por que o SBT ainda tem programação infantil? Silvio Santos explica

Suposta declaração teria sido feita em reunião com publicitário

Geralmente, o mito nasce quando o humano morre. Mas há algumas exceções a essa regra e Silvio Santos, com certeza, é uma delas. Tanto é que hoje fica difícil dizer o que, de fato, aconteceu ou saiu da boca dele e o que é mera fruição da cabeça de quem se empolgou demais com a aura lendária do Homem do Baú. Mas não custa considerar que algumas dessas coisas podem ser reais.

Nesta semana, o colunista Ricardo Feltrin publicou um história que, fora os personagens citados, ninguém pode atestar com segurança se é verdade ou não. Mas é mais uma daquelas que você ouve e diz: “Só podia ser o Silvio, mesmo!”.

Segundo o colunista, estavam reunidos no SBT alguns executivos da empresa, o próprio Silvio e um publicitário. No meio da conversa, este último teria saído com a seguinte indagação: “Silvio, por que você insiste em manter desenhos animados nas manhãs do SBT? São seis horas perdidas (de dinheiro perdido”. O homem teria complementado sua fala, argumentando que, devido à legislação, é praticamente impossível fazer comercial de brinquedos hoje em dia. Por isso, ninguém quer anunciar no intervalo da programação infantil.

Silvio teria se irritado e rebatido. “O SBT não vai deixar de exibir desenhos animados, não. Não me interessa se estou perdendo dinheiro [nas manhãs] porque [para mim] exibir desenhos é uma obrigação para com as crianças. O SBT não está aqui só para fazer dinheiro, tem outras coisas [envolvidas]”, teria dito o empresário.

E ainda mais: “Se quiserem tirar os desenhos da grade depois que eu morrer, fiquem à vontade, mas enquanto eu estiver vivo eles vão continuar. O telespectador do 'SBT Brasil' de hoje era o telespectador do 'Chaves' 20 anos atrás. A criança é a mais fiel dos telespectadores”.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.