Pesquisa aponta crescimento do empreendedorismo digital no País

Um dos segmentos mais procurados é o e-commerce, com ganhos de 30 bilhões de reais em 2013

Um estudo recente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Marketing de Afiliados - IBMAfiliados, revelou que cerca de 20 mil empreendedores digitais ingressam por mês no mercado brasileiro de marketing de afiliados em busca de profissionalização e estabilidade financeira.

Com inúmeras modalidades disponíveis, a que mais se destaca é o marketing de afiliados por ser um negócio lucrativo com várias formas de afiliação (produtos de lojas virtuais, infoprodutos e programas de mídia), que geram rentabilidade por meio de comissão. Um dos segmentos destacados por Rafael Rez, diretor do IBMAfiliados, é o e-commerce, que encontra-se no auge, com ganhos de 30 bilhões de reais em 2013 e previsão de crescimento para 36 bilhões em 2014. Cerca de 3% deste total provém de Programas de Afiliados e representam 60% do faturamento do setor, através de 2.200 sites afiliados.

Entre os segmentos que mais crescem estão educação online, produtos eletrônicos, cosméticos, pet e consumo de luxo (moda e alimentação). Outro fator que impulsionou o crescimento da indústria de afiliação foram os sites de cupons. “O futuro do e-commerce é muito promissor e oferece oportunidades para quem está no marketing de afiliação. Tem espaço para todo mundo é só abraçar as chances que aparecem”, aconselha o Rafael.

O levantamento também mostrou que 61% dos afiliados brasileiros desenvolvem seus projetos na plataforma Wordpress, sendo que a maior parte dos negócios são blogs e sites de conteúdo. Outros 13% utilizam a plataforma Blogger, do Google e menos de 10% dos sites são desenvolvidos com fins específicos de afiliação.

Também foi avaliado o nível de conhecimento dos empreendedores sobre marketing de afiliados. O apontamento informa que apenas 4% dos consultados possuem larga experiência no assunto, 12% conhecem bastante e 31% conhecem o suficiente. A maior faixa é a dos empreendedores que conhecem muito pouco sobre o tema, com 53% do total. “Nota-se que estes que conhecem pouco são justamente aqueles que entraram no mercado a menos de um ano e que representam 49% dos pesquisados. Isso mostraque existe muito espaço para crescer. O momento é favorável e com grandes expectativas de desenvolvimento”, diz o diretor.

A pesquisa também revelou que 49% dos pesquisados conhecem os programas de afiliados a menos de um ano, o que explica o crescimento de mais de 80% do mercado de afiliação de 2013 para 2014. “Esta propagação deve acompanhar a expansão do mercado de e-commerce no Brasil, além de se expandir para outras áreas como a de infoprodutos, que representou poucos milhões por ano em 2012 e no ano passado movimentou mais de R$ 50 milhões só no Brasil”, explica Rafael.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.