Pelé afirma que morte em obra do Itaquerão é normal e diz que caos aéreo preocupa mais
Pelé afirma que morte em obra do Itaquerão é normal e diz que caos aéreo preocupa mais

Pelé afirma que morte em obra do Itaquerão é normal e diz que caos aéreo preocupa mais

A declaração foi feita durante um evento em São Paulo, onde o craque lançou uma coleção de diamantes comemorativos a cada um dos seus 1.283 gols

Na última segunda-feira (07), uma declaração do ex-jogador Pelé sobre a morte de um operário nas obras do Itaquerão gerou controvérsias. De acordo com o Rei do Futebol, o acidente que envolveu o trabalhador Fabio Hamilton Cruz, no fim de março, foi algo "normal".



"Isso é normal, pode acontecer, mas a minha maior preocupação é quanto à estrutura, os aeroportos, porque no Brasil sempre dá-se um jeitinho. Voltei recentemente para o Brasil e o aeroporto está um caos. Essa é minha preocupação", disse Pelé, criticando a organização do país para o evento.

O ex-jogador também comentou sobre a falta de ingressos para o evento. “Passei por vários países, e a preocupação é grande, inclusive por não existir mais ingresso. Ninguém está entendendo por que não tem mais. O que chamou a atenção também foi o problema que teve no Rio nas pacificações, tendo assaltos... Queriam saber se vai ter perigo. A maioria das perguntas sobre isso”, acrescentou.

A declaração foi feita durante um evento em São Paulo, onde o craque lançou uma coleção de diamantes comemorativos a cada um dos seus 1.283 gols. As pedras foram produzidas a partir de mechas do cabelo de Pelé e possuem cor amarelo âmbar. As peças acompanham uma caixa especial e uma escultura banhada a ouro em que o atleta faz um gol de bicicleta.

Assista ao vídeo:

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.