Panasonic considera investir US$ 1 bi em fábrica de bateria da Tesla, segundo fontes

O valor de 100 bilhões de ienes foi divulgado primeiro pelo jornal econômico Nikkei, que também disse que a empresa está convidando diversos fabricantes japoneses para o projeto

A Panasonic está avaliando investir em uma fábrica de baterias para carros planejada pela Tesla Motors nos Estados Unidos, disseram fontes com conhecimento do plano nesta quarta-feira, sendo que o investimento total foi estimado em cerca de 100 bilhões de ienes (979 milhões de dólares) por uma fonte.

A fábrica, que deve entrar em operação em 2017, faz parte dos esforços da Tesla para ofertar veículos elétricos mais acessíveis. Ela será a primeira grande e integrada unidade norte-americana a produzir células de bateria para carros elétricos.

A Tesla não quis comentar o assunto na terça-feira (25). A Panasonic, fornecedora primária de baterias de íon-lítio para a montadora, disse que deseja ampliar sua cooperação com a Tesla mas não quis dar outros comentários.

O valor de 100 bilhões de ienes foi divulgado primeiro pelo jornal econômico Nikkei, que também disse que a Panasonic está convidando diversos fabricantes japoneses para o projeto.

O Nikkei disse que a fábrica produzirá baterias pequenas e leves para a Tesla e poderá também ser fornecedora da Toyota e outras montadoras.

Os custos de bateria têm sido um grande obstáculo para uma maior adesão aos carros elétricos nos Estados Unidos, segundo analistas. A fábrica da Tesla reduzirá os custos ao realocar a produção de materiais, células e módulos para um único local.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.