Mestrado Profissional em Administração: quando teoria e prática são aliadas
Mestrado Profissional em Administração: quando teoria e prática são aliadas

Mestrado Profissional em Administração: quando teoria e prática são aliadas

Um Mestrado Profissional em Administração pode ser ideal para quem quer unir teoria à prática

Anos de atuação no mercado, muita experiência adquirida na área de gestão e negócios e o desejo de voltar a estudar. Muitos profissionais, quando se veem nessa situação, partem em busca de oportunidades de estudos que possam ajudá-los a conciliar os conhecimentos teóricos ao cotidiano das organizações. E, na hora de escolher uma opção que possa realmente a unir teoria à prática, um Mestrado Profissional em Administração apresenta a estrutura ideal.

Para a empresária e consultora Santuza Bicalho, a vontade era entender o porquê das dinâmicas empresariais - o como ela já havia aprendido na prática. "A experiência te leva até um dado ponto, mas a teoria provê o lastro necessário para as boas tomadas de decisão quando você tem que lidar com situações que muitas vezes são ambíguas e inconclusivas", conta Santuza. Quando concluiu um projeto importante e pôde liberar espaço em sua rotina para incluir os estudos, escolheu o Mestrado Profissional em Administração do Insper. "Trabalhei anos próxima do mercado educacional, e o Insper há anos vem crescendo como referência de excelência em educação. Foi a resposta certa", explica.

Foi a mesma escolha feita pelo administrador Victor Graner. "Escolhi o mestrado profissional em busca de aliar a teoria acadêmica com a prática organizacional, tendo como objetivo não somente a produção acadêmica, mas, principalmente, respostas para os problemas organizacionais atuais", conta Victor, que concluiu seu Mestrado no Insper no ano passado.

Na escola, ambos encontraram um corpo docente qualificado e preparado para incentivar os alunos a aliar a pesquisa à prática. "Eu sempre busco, com os alunos, as implicações práticas do que é ensinado. O que eu quero é que eles saibam ligar os pontinhos, sejam capazes de perceber os mecanismos que fazem as organizações funcionarem melhor. Para isso, é necessário ter uma base teórica forte, que é articulada com observações da realidade", explica Sandro Cabral, professor do Insper na disciplina de Estratégia Corporativa Organizacional.

Base teórica

O professor Sandro conta que, para aplicar qualquer pesquisa à prática, o primeiro passo é construir uma base teórica robusta. "É necessário um bom embasamento teórico, para saber tudo de acordo com as evidências da literatura. Assim é possível entender o que funciona em determinadas circunstâncias, o que é que traz resultados positivos. Mas, para isso, é preciso que a própria implementação das estratégias seja feita da forma mais estruturada e analítica possível. É tudo feito com planejamento, com cuidado", explica.

Com a teoria consolidada, as ideias de projetos e pesquisa vão surgindo, sob a orientação dos professores. "As ideias dos alunos vão se formando nas aulas, com a troca com os professores. Eles vêm com uma ideia, às vezes nem muito clara, e os projetos vão amadurecendo", afirma o professor.

Segundo ele, os professores do Insper estão sempre pensando na relação do aluno com a sociedade. "O corpo docente do Insper é formado por profissionais que já passaram pelos setores público e privado, que trabalham assessorando governos e empresas. Isso faz com que os assuntos abstratos possam gerar resultados práticos", ele explica.

Sandro relata que já viu muitos de seus orientandos elaborarem pesquisas com resultados práticos. "Orientei, por exemplo, um aluno que era funcionário de uma empresa que conduz pesquisas agropecuárias. No estudo, ele avaliou projetos de pesquisa dessa empresa, analisando quais eram os determinantes de sucesso. Foi uma pesquisa totalmente levada para a prática: ele verificou quais eram os projetos que geravam mais patentes, mais papers, mais produtos tecnológicos", relembra.

O administrador Victor Graner relata que, em sua pesquisa, identificou fatores e elementos que contribuem para a resiliência das organizações em momentos de crise organizacional. "Um dos achados da minha pesquisa sugere que uma Cultura Organizacional forte tem papel significativo na superação de crises de alto impacto na organização. O mestrado me possibilitou conhecer de forma aprofundada o ambiente acadêmico e suas contribuições ao ambiente corporativo", afirma.

Impactos na carreira

Embora ainda esteja passando pelo momento de afunilar sua linha de pesquisa, a consultora Santuza Bicalho conta que já vê, na prática, os resultados de seus estudos.

Ela está pesquisando, na área de estratégia, o impacto que boas práticas de governança têm sobre o desempenho das empresas familiares no Brasil.

"As empresas familiares são as que mais se beneficiam do compartilhamento de boas práticas de gestão e de qualidade no pensamento de suas estratégias que garantem sustentabilidade ao longo do tempo. Companhias abertas já são obrigadas a adotar boas práticas de governança, conglomerados não se sustentam sem práticas sólidas. A linha de pesquisa que estou explorando tem me dado bagagem teórica e benchmarking de qualidade para ajudar os empresários que assessoro hoje na melhor tomada de decisão para construção de empresas perenes", explica Santuza.

Ela afirma que se sente gratificada por poder promover uma discussão de alto nível que impacta desempenho e perpetuidade dos negócios, através de sua pesquisa.

"Dar corpo e bagagem acadêmica à vivência prática tem sido uma experiência valiosa que está me fazendo uma melhor empresária e uma melhor gestora", declara.

Sobre o Insper

O Insper é uma instituição independente e sem fins lucrativos dedicada ao ensino e à pesquisa nas áreas de administração, economia, direito, engenharia, marketing e políticas públicas. Tem como missão ser um centro de referência, explorando complementaridades nessas áreas. Suas atividades de ensino abrangem cursos para todas as etapas de uma trajetória profissional. Em seu campus, na Vila Olímpia - São Paulo/SP, oferece desde cursos de Graduação em Administração, Economia e Engenharia e Pós-graduação (MBA, Certificates, Mestrados e Doutorado), além de programas de Educação Executiva (cursos customizados e de curta e média duração).