Magazine Luiza tem o melhor primeiro trimestre da sua história

A receita bruta consolidada da Companhia avançou 26,6% no 1º trimestre de 2014, passando para R$ 2.699,1 milhões

09 maio 2014

A Magazine Luiza informou que superou as próprias expectativas para o primeiro trimestre deste ano. Em nota, a empresa afirmou que conseguiu acelerar o crescimento de vendas no 1º Trimestre , mesmo após um forte desempenho no 4º trimestre de 2013.

O desempenho de vendas superou as expectativas iniciais e resultou em ganhos de participação de mercado em diversas categorias, reflexo de uma combinação de fatores.O primeiro deles, a melhoria na produtividade e na curva de maturação das lojas do Nordeste e do Baú; o segundo, uma maior assertividade comercial com melhor disponibilidade de estoque em categorias de alto giro e menor nível de ruptura de estoque; o terceiro motivo dado foi a melhor execução em eventos promocionais durante o trimestre, com destaque para a Liquidação Fantástica, em janeiro, e o dia do Cliente Ouro, em março; e o último motivo motivo foi a forte aderência da inovadora campanha promocional Prédio pra Você, que teve a entrega do primeiro prêmio ao ganhador em abril de 2014.

Nesse período, a empresa conseguiu obter uma alavancagem operacional, com boa diluição de despesas com vendas, gerais e administrativas. Os investimentos em marketing, como o da campanha para a Copa do Mundo, já começam a gerar efeitos positivos para a Companhia, com ampliação da lembrança da marca Magazine Luiza em regiões onde a empresa possui lojas físicas, como também em praças onde a ML atua por meio do e-commerce.

A empresa relatou que no final de março foi concluída a integração dos centros de distribuição dentro do Projeto de Entrega Multicanal, que deve resultar em uma significativa melhoria no nível de serviço da operação do serviço de compra via internet, contemplando também importante redução nos prazos de entrega e custos de distribuição das mercadorias vendidas.

Segundo dados, a Companhia registrou o melhor primeiro trimestre da sua história, com um bom desempenho de vendas em todos os canais, além do Luizacred. Para se ter uma ideia, a Companhia registrou um lucro líquido recorde de R$ 20,5 milhões.

Números do primeiro trimestre

A receita bruta consolidada do Magazine Luiza avançou 26,6% no 1º trimestre de 2014, passando para R$ 2.699,1 milhões. Esse crescimento decorreu principalmente do desempenho no varejo, influenciado pelo crescimento de 25,4% no conceito mesmas lojas (22,3% nas lojas físicas e 44,0% no e-commerce).

O lucro bruto consolidado do primeiro trimestre totalizou R$ 620,0 milhões, com margem bruta de 28,0% (em bases comparáveis). O resultado da equivalência patrimonial passou de um lucro de R$ 10,0 milhões no 1º trimestre de 2013 para R$ 21,6 milhões no 1 trimestre de 2014. O excelente desempenho da Luizacred foi o principal fator da equivalência patrimonial.

Nesse primeiro trimestre, o EBITDA consolidado apresentou um aumento superior ao crescimento de vendas líquidas, com 92,5% contra 28,5% para um nível recorde do trimestre de R$ 120,8 milhões, com margem de 5,3%.

Nesse período, a Companhia obteve um lucro líquido de R$ 20,5 milhões, com margem líquida de 0,9%, refletindo o excelente desempenho das vendas, uma melhor alavancagem operacional e o desempenho da Luizacred. Com isso, o Magazine Luiza afirmou que pretende abrir de 30 a 40 novas lojas nas regiões Sudeste e Nordeste do Brasil.

Desempenho da Luizacred

De acordo com a empresa, diversas iniciativas adotadas ao longo do ano passado explicam o bom desempenho da Luizacred no início de 2014, entre elas um melhor mix entre as vendas efetuadas pelo crediário (CDC) e pelo Cartão Luiza, além do aumento da penetração de serviços financeiros, do aumento de produtividade e eficiência da operação, e da melhoria nos indicadores de inadimplência.

Essas iniciativas explicam o aumento da margem EBITDA da Luizacred para um nível recorde de 17,8% no 1T14 (8,7% no 1º trimestre de 2013). O lucro líquido da Luizacred mais que dobrou no para R$ 39,7 milhões, o que equivale a uma rentabilidade anual sobre o patrimônio líquido médio (ROE) de 35,7%.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar