Café com ADM
#
Internet de Todas as Coisas pode gerar US$ 4,6 tri para governos, segundo estudo
Internet de Todas as Coisas pode gerar US$ 4,6 tri para governos, segundo estudo

Internet de Todas as Coisas pode gerar US$ 4,6 tri para governos, segundo estudo

A “nova Internet” poderá gerar economias, aumentar a produtividade e a receita para os governos que a adotarem, segundo a Cisco

A Internet de Todas as Coisas (IoE) pode gerar um valor de US$ 4,6 trilhões para organizações do setor público ao longo da próxima década, segundo um novo estudo divulgado pela Cisco. Parte deste valor será em economia por eficiência e parte em novos serviços e experiências. A IoE pode ajudar governos a gerar valor economizando dinheiro, melhorando a produtividade dos funcionários, gerando novas receitas (sem aumentar os impostos) e aprimorando os benefícios para os cidadãos.

O Brasil está entre os 12 países que mais têm a ganhar com a adoção da IoE pelo setor público. Segundo o estudo da Cisco, o valor pode chegar a US$ 70 bilhões nos próximos 10 anos para o governo brasileiro, nas esferas municipal, estadual e federal. No ranking dos países analisados estão os Estados Unidos em primeiro lugar (com US$ 585 bilhões), seguidos da China (com US$ 291 bilhões) e da França (com US$ 182 bilhões). O Brasil ocupa a nona posição no estudo.

A IoE é a conexão em rede entre pessoas, processos, dados e coisas, e o aumento de valor que acontece quando “todas as coisas” ingressam na rede. Diversas transições tecnológicas – incluindo a Internet das Coisas, aumento da mobilidade, o surgimento da computação em nuvem e a importância crescente do big data, entre outros – estão se associando para viabilizar a IoE.

A cidade de Barcelona, por exemplo, está utilizando soluções de IoE para oferecer novos serviços e experiências mais ricas aos cidadãos. Uma das primeiras cidades a desenvolver Serviços Virtuais aos Cidadãos (Virtual Citizen Services) na Europa, Barcelona está usando tecnologias de vídeo e colaboração para permitir que os cidadãos interajam virtualmente com a prefeitura sem ter que se dirigir a repartições locais.

Uma das líderes mundiais das Comunidades Inteligentes+Conectadas (Smart+Connnected Communities), Barcelona implantou soluções de IoE em gestão da água, estacionamento inteligente, gestão de resíduos e ônibus conectados, que estão ajudando a cidade a economizar dinheiro e melhorar a qualidade dos serviços aos cidadãos.

As cidades podem captar grande parte desse valor global implantando “killer apps”:

- Edifícios inteligentes estão preparados para gerar US$ 100 bilhões, diminuindo custos operacionais ao reduzir o consumo de energia através da integração de HVAC (sistemas de ventilação, refrigeração e ar condicionado) a outros sistemas.

- O monitoramento do gás pode gerar US$ 69 bilhões ao reduzir os custos de leitura de relógios e aumentar a precisão das leituras para cidadãos e empresas de serviços públicos municipais.

- O estacionamento inteligente pode gerar US$ 41 bilhões oferecendo visibilidade em tempo real da disponibilidade de vagas de estacionamento em uma cidade. Os moradores podem identificar e reservar a vaga disponível mais próxima, fiscais de trânsito podem identificar o uso inadequado e as prefeituras podem introduzir precificação baseada na demanda.

- A gestão da água pode gerar US$ 39 bilhões conectando o relógio de água doméstico a uma rede IP para oferecer informações remotas sobre uso e status.

- A precificação de rodovias pode criar US$ 18 bilhões em novas receitas implantando pagamentos automáticos conforme os veículos entram em zonas movimentadas de cidades, melhorando as condições do tráfego e aumentando receitas.

“Com uma parcela maior da população mundial se deslocando diariamente a centros urbanos, as cidades precisam se tornar mais flexíveis e prontas para atender às necessidades dos cidadãos, ao mesmo tempo em que aproveitam ao máximo os recursos públicos,” disse Wim Elfrink, vice-presidente executivo de soluções industriais e diretor de globalização da Cisco. “A Internet de Todas as Coisas está transformando a forma como as cidades prestam serviços e os cidadãos interagem com o governo”.

Além das cidades, os benefícios da IoE se estendem a governos em praticamente todos os níveis, de acordo com o estudo:

- Agências estaduais têm o potencial de realizar um valor de US$ 682 bilhões aplicando soluções de IoE a processos como manutenção de pontes, transporte de detentos, gestão de doenças crônicas, aprendizado conectado e combate a incêndios.

- Agências federais não defensivas podem captar US$ 472 bilhões através de soluções de IoE para melhorar a resposta a desastres, gestão de frota, segurança cibernética e muitas outras áreas.

- Globalmente, as forças de defesa podem aumentar a eficácia de missões militares através de conexões seguras e compartilhamento de informações entre soldados, bases, veículos e ativos de batalha. Melhores conexões entre forças de defesa podem, globalmente, gerar um valor de US$ 1,5 trilhão e aprimorar de modo mensurável a segurança de soldados.

Com 350 milhões de funcionários públicos no mundo, aplicativos de IoE que aumentam a produtividade dos funcionários em agências estaduais, locais e federais não defensivas podem gerar valor significativo. Por exemplo, aumentar o uso de soluções de trabalho à distância pode gerar um valor estimado em US$ 125 bilhões ao reduzir custos com imóveis, impressão e outros. Essas mesmas soluções melhoram a retenção e a produtividade de funcionários e oferecem mais oportunidades de emprego.

“Líderes do setor público estão sob tremenda pressão para reduzir a lacuna entre o aumento das expectativas dos cidadãos e a redução dos recursos,” disse Martin McPhee, vice-presidente sênior da Cisco para Serviços de Consultoria. “As soluções de IoE têm potencial para mudar tudo. Os líderes do setor público devem agir agora para identificar as maiores oportunidades de IoE em suas agências e começar por repensar o que é possível em um mundo de IoE”.

O estudo “A Internet de Todas as Coisas: Uma Oportunidade de US$ 4,6 trilhões para o Setor Público” – aproveita a pesquisa divulgada pela Cisco em fevereiro de 2013, que identificou um lucro potencial de US$ 14,4 trilhões para empresas privadas que adotarem a IoE ao longo da próxima década. Quando combinada a um valor potencial de US$ 4,6 trilhões no setor público, a IoE será uma oportunidade de criação de valor de US$ 19 trilhões para empresas e governos, globalmente, ao longo da próxima década.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.