Café com ADM
#

Inteligência Emocional conduz ao sucesso

Especialista falam como cuidar e controlar a suas emoções no trabalho e na vida incrementando assim a sua carreira.

Lidar com emoções é uma tarefa fundamental para incrementar carreiras promissoras e torná-las realidade. Profissionais emocionalmente competentes, que já desenvolveram a habilidade de “manejar” sentimentos, são bem-sucedidos em todos os campos de atuação, seja no trabalho – em que sempre se faz necessário assimilar novas habilidades, que culminarão em um sucesso organizacional – seja na vida pessoal e afetiva.

O psicólogo Daniel Goleman, PhD, com seu livro "Inteligência Emocional", por exemplo, considera a Inteligência Emocional a maior responsável pelo sucesso ou insucesso das pessoas. A maioria das situações de trabalho é envolvida por relacionamentos interpessoais. Isso comprova que pessoas com qualidades de relacionamento humano, como afabilidade, compreensão e gentileza, têm mais chances de obter sucesso em suas atividades.


Goleman procura demonstrar que não só a razão influencia nossos atos, como também a emoção é responsável pelas respostas que damos aos desafios e tem grande poder sobre as pessoas. Algumas habilidades emocionais são consideradas importantes para alcançar objetivos e para que as pessoas sejam felizes e alcancem sucesso na vida. Dentre elas são citadas: o controle do temperamento, adaptabilidade, persistência, amizade, respeito, amabilidade e empatia.

Márcia Resende, diretora e coordenadora do Instituto Saber, empresa inovadora no desenvolvimento de alta performance em recursos humanos, explica que estar sempre motivado e não desistir dos objetivos traçados, mesmo diante das dificuldades; controlar certas reações e (o mais importante de tudo) conter a ansiedade são algumas características da Inteligência Emocional. “Grandes corporações estão cientes dos benefícios da Inteligência Emocional. Por isso, a preferência tem sido para profissionais que saibam como lidar com a I.E., o que denota um grande potencial. Os sentimentos mais fortes do homem são a tristeza, a alegria e a raiva. É fundamental saber lidar com eles. As pessoas que sabem controlar suas emoções são as que obtêm mais sucesso na vida, em qualquer tipo de medição”, explica.



Entretanto, a especialista reforça que o grande desafio está em identificar as emoções e saber como cada uma delas pode ser direcionada para obter conquistas. Para facilitar esse exercício, o Instituto Saber conta com uma ferramenta denominada “coaching eficaz”, que tem como base a Programação Neurolinguística (PNL). “Através desse processo, podemos provocar transformações e induzir realizações de forma automática. Há inúmeras ofertas para o nosso desenvolvimento emocional, talvez mais do que a mente consciente possa captar Como já sabemos que todos têm Inteligência Emocional, o que talvez ainda seja oportuno é reconhecer que podemos aprender ”como” manusear nossas emoções de acordo com nossos objetivos. Quando você utiliza suas emoções para realizar algo melhor, sua inteligência emocional está em alta performance”, destaca Márcia.

De acordo com a psicóloga, pequenas ações e comportamentos corriqueiros que as pessoas manifestam durante o dia, como o simples fato de se lamentar ou falar mal de algum colega de trabalho, podem contribuir para uma possível frustração. “E aí sim teríamos uma bela armadilha emocional, que nos privaria de experimentar a vida com suas inúmeras possibilidades, resultando em um profissional sem graça e com inúmeras queixas. Comentar que a empresa não merece o talento que tem, desperdiça os potenciais e não dá espaço para crescer, é um retrato vivo do que representa a utilização das emoções de forma errada”.

A especialista explica que todos vivem momentos de revés, que são aqueles dias em que tudo caminha numa direção diferente da planejada. “Nessas horas, a sábia vida faz um convite para exercitarmos a Inteligência Emocional, para tornarmos esse dia produtivo. Quem acessar essa capacidade terá um dia criativo e, quem sabe, até divertido. Quanto mais você usa sua neurologia para diversificar e driblar situações, com novas estratégias, maior será sua capacidade de suportar frustrações e transformá-las em criatividade. Isso é algo que no mercado vale muito. Inúmeras empresas investem para que seus colaboradores desenvolvam essa competência”, destaca Márcia.

Márcia defende que todos, necessariamente, precisam aprender como lidar com a inteligência emocional e que o primeiro passo deve ser dado nos bancos escolares. “Sei que na escola ainda estamos desprovidos dessa matéria e acredito que é importante colocá-la na grade curricular para termos cidadãos do futuro”.


Como aprender mais e desenvolver a inteligência emocional

O Instituto Saber promove sem São Paulo um curso específico sobre Inteligência Emocional.

Confira a programação e mais detalhes em http://www.institutosaber.com.br/cursos/iemoc.html



ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.