Iniciativas gratuitas buscam capacitar empreendedores novatos

Ferramentas e plataformas são utilizadas objetivando mais competitividade entre empresas nascentes

O programa de startups SEED - Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development acaba de lançar o SEEDCast, sua plataforma gratuita na web objetivando a qualificação para empreendedores jovens de qualquer lugar do país. A ferramenta disponibilizará gratuitamente 24 vídeos, sempre as terças e sextas-feiras, às 11h, com palestras, workshops e cursos promovidos pela iniciativa, com expoentes do setor de inovação. Para ter acesso ao conteúdo é necessário login no site ou cadastro no Facebook.

“O SEEDCast surge para capilarizar a educação empreendedora em todo o estado. Qualquer pessoa pode ter acesso a aulas e palestras oferecidas aos empreendedores que participam do programa SEED. Queremos ser a referência em conteúdos para empreendedores tecnológicos no Brasil, disponibilizando aulas de alta qualidade e gratuitas”, explica André Barrence, diretor-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas Gerais, que coordena o programa.

O Mentore.me, startup que oferece mentoria gratuita aos empreendedores brasileiros, conectando mentores voluntários ao público que necessita de orientação para o mundo dos negócios, também é indicada para a capacitação de empreendedores iniciantes. No site, cada usuário tem 20 minutos com um especialista que entenda a fundo o negócio de cada empreendedor.

“Desenvolvi este portal porque quando comecei minha trajetória como empreendedor, tinha muita dificuldade em me conectar sozinho com pessoas que pudessem me ajudar. Por isso, criei o Mentore.me para ajudar empreendedores que precisam de mentores mas não sabem onde encontrá-los”, explica Antonio Ventura, fundador do Mentore.me. Além disso, agentes de fomento e espaços de coworking são responsáveis por disseminar práticas aplicadas ao mundo dos negócios, contribuindo com a capacitação da nova geração de empreendedores.

Um exemplo disso é a Liga Experimental, coworking de empreendedores localizado em Santa Teresa., onde semanalmente é realizado um encontro batizado de ‘Bate-papo de terça’, responsável por discutir sobre o assunto, através da opinião de empresários de sucesso no mercado.

“A proposta é estabelecer um diálogo de igual para igual com as pessoas que estão com uma ideia de negócio ou até mesmo uma empresa que já esteja funcionando. Queremos que o jovem sinta-se à vontade para esclarecer suas dúvidas, trocar experiências, ideias em relação a sua trajetória profissional” explica Marlon Callaes, sócio do coworkig e coordenador de negócios criativos da Experimental Adventure.

Já o fundador do Kolaborativa, Vinicius Machado, afirmou que a mão de obra técnica para desenvolver projetos de tecnologia somada aos ao conhecimento dos profissionais que possuem a visão de mercado contribui significativamente para elevar o nível de conhecimento das startups brasileiras. O projeto visa conectar empreendedores tecnológicos a designers e desenvolvedores.

“O Kolaborativa existe para tentar melhorar a interação entre os profissionais técnicos - desenvolvedores e designes que são os que tornam as ideias reais e palpáveis a nível de visual, código, vídeo, e os empreendedores de startups. Acreditamos que a colaboratividade (ou kolaboratividade) é a cola mágica que permite elevar o nível técnico e empreendedor do ecossistema”, conclui Vinicius.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.