Inflação recua ao nível mais baixo dos últimos dois anos, indica FGV

Pesquisa mostra que a taxa de variação do IPC-S foi a mais baixa desde julho de 2006.

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal- IPC-S, atingiu variação negativa de 0,04%, de acordo com a pesquisa fechada na data de ontem (22), pela Fundação Getúlio Vargas,( FGV). Essa foi a taxa mais baixa desde a segunda semana de julho de 2006, quando o IPC-S havia recuado em 0,13%. Na pesquisa anterior, o índice havia sido positivo em 0,04%.

A queda foi puxada pelo grupo dos alimentos que fechou em -0,91% ante -0,75%, na pesquisa anterior. Os principais itens que tiveram redução na média de preços foram: batata-inglesa (de -15,28% para -18,06%); leite tipo longa vida (de -6,08% passou para -7,19%); tomate (de -38,05% para -26,36%); cebola (de 0,75% para -11,49%) e feijão carioquinha (de -8,22% para -6,95%).


Dos sete grupos pesquisados, houve aceleração apenas nos preços de vestuário, que passou de 0,01% para uma alta de 0,27%. Os demais apresentaram desaceleração. No grupo habitação, o índice ficou em 0,28% ante 0,35%; saúde fechou em 0,27% para 0,35%; educação, leitura e recreação, em 0,26% ante 0,38%; transportes, em 0,16% ante 0,17% e despesas diversas, em 1,21% ante 1,28%.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.