Indústria é setor-alvo de profissionais da meia idade

A sondagem mensal da Quorum Brasil revelou que a maioria das pessoas entre 36 e 55 anos gostaria de trabalhar na indústria. Em segundo lugar, no ranking que mostra as atividades de preferência, aparece o emprego público.

Na faixa de idade entre 36 e 45 anos, a indústria é preferência de 41% das pessoas. Depois aparecem: emprego público (31%), serviços (15%) e comércio (13%). Já na faixa entre 46 e 55 anos, a indústria tem 44% dos votos, seguida por emprego público (24%), serviços (19%) e comércio (13%).


Por fim, na faixa entre 25 e 35 anos, emprego público é a preferência, com 32%. Em segundo lugar, ficou a área de serviços (30%). Depois, aparecem indústria (25%) e comércio (13%).

Sobre a pesquisa

Com o objetivo de compreender qual é o emprego desejado pelo público de baixa renda, a pesquisa foi realizada por meio de um questionário estruturado. No total, foram 600 entrevistas, com homens e mulheres entre 25 e 55 anos e renda individual de até R$ 1,2 mil, na cidade de São Paulo. A margem de erro é de 3,31%.



Indústria é campeã de contratação

A indústria é líder na captação de vagas na cidade de São Paulo. Para se ter uma idéia, em maio, o setor respondeu por 43% das oportunidades oferecidas aos executivos, seguido por serviços, com 25%.

Os dados são de um estudo realizado mensalmente pela Right Management, líder mundial em transição de carreira (outplacement) e consultoria organizacional. Na comparação com maio do ano passado, o setor industrial apresentou variação positiva de 28%. No entanto, na comparação com abril último, teve queda de 16%. Já o setor de serviços teve aumento de 3% na comparação anual e de 15% no mês.

O Job Bank da Right, área responsável pela captação de vagas, detectou, ainda, que a indústria automotiva e de autopeças foi o segmento que mais se destacou no setor industrial paulista, correspondendo a 25% das vagas ofertadas.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.