Café com ADM
#

Hábito de tirar soneca depois do almoço chega às empresas brasileiras

A Espanha é conhecida pela sesta, aquele cochilo de alguns minutos que os profissionais tiram após o almoço. Quem nunca ouviu falar do hábito?

A Espanha é conhecida pela sesta, aquele cochilo de alguns minutos que os profissionais tiram após o almoço. Quem nunca ouviu falar do hábito? A novidade é que algumas empresas brasileiras já incorporaram esse costume de origem hispânica, que favorece a redução do estresse, com uma pequena dose de relaxamento diária.

A sesta faz com que o indivíduo fique mais desperto no restante do dia, mas atenção: a prática não é recomendada àqueles que sofrem de insônia. Para os estagiários, que acordam cedo para ir ao trabalho e somente chegam em casa pouco antes da meia-noite, por conta da faculdade, também é um benefício positivo.


Empresas adotam prática


A Viapar, concessionária de rodovias instalada no Paraná, conta com 560 funcionários. O gerente de Recursos Humanos Marçal Siqueira explica como funciona a sesta: em cada unidade da empresa, há sofás, pufes e colchonetes. Em uma das unidades, tem até cascata de água.



"Todos os funcionários almoçam dentro da empresa mesmo, em 15, 20 minutos. Como eles têm uma hora de almoço, aproveitam o restante do tempo para descansar. O benefício foi extremamente aprovado. Inclusive, dentro das salas de descanso, eles estabeleceram uma lei de silêncio, ninguém pode conversar e as persianas devem ficar fechadas", conta. "As pessoas saem de lá com outro aspecto". Não é à toa que a Viapar está entre as 220 Melhores Empresas para Trabalhar, pesquisa da consultoria internacional Great Place to Work.



Preocupação com os funcionários

Outra companhia que adota a sesta, há mais de quatro anos, é a empresa de gestão de Recursos Humanos Apdata. A diferença é que o funcionário pode tirar a soneca quando quiser, e não necessariamente no horário do almoço.

"A empresa tem uma preocupação grande com o bem-estar das pessoas. Percebemos que algumas têm dificuldade de chegar aqui, por isso já chegam cansadas. Outras têm problemas em casa. Pensando nisso, criamos ambientes que propiciam o relaxamento. Hoje temos salas de cromoterapia, com pufes, colchonetes e sofás. Nelas, os profissionais podem ficar o tempo que julgarem necessário", diz a diretora-executiva da Apdata, Luiza Nizoli.

A surpresa foi que a produtividade aumentou 70%, logo no primeiro mês de implantação do benefício. "As pessoas ficaram mais felizes, satisfeitas e comprometidas com a empresa. Além disso, o lugar que chamamos de espaço zen propicia a integração entre a equipe, o que trouxe um ganho significativo à empresa, já que cada área da organização depende de outra".
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.