Café com ADM
#

Fidel Castro viveu de forma nababesca, diz ex guarda-costas

Posses incluem iates de luxo e 20 residências em toda a ilha. Fidel também seria adepto de partidas de caça dignas de monarcas

O líder cubano Fidel Castro, ao contrário da ideologia socialista implantada em Cuba desde a derrubada de Fulgêncio Batista, teria uma vida de luxo e conforto digna de grandes barões capitalistas. É o que garante Juan Reinaldo Sanchez, ex guarda-costas de Fidel, em um livro que relata toda a vida privada do ditador.

As posses, segundo Sanchez, incluem iates de luxo e 20 residências em toda a ilha. Fidel também seria adepto de partidas de caça dignas de monarcas, como Luís XV. O livro, intitulado "La cara oculta de Fidel Castro", foi escrito em parceria com o jornalista francês Axel Gyldén, e deve ser lançado ainda este mês -- no Brasil, o título deverá ser lançado em setembro pela Editora Paralela.

O escritor conta que a vida íntima de Castro é "o segredo mais bem guardado da Revolução", segundo a Agência EFE, que teve acesso a alguns trechos. Sanchez acompanhou Fidel entre 1977 e 1994 e afirma que cada passeio em alto mar do líder cubano também contava com uma operação que envolvia outros dois barcos: um transformado em clínica médica e outro com uma patrulha militar, além de aviões.

De acordo com o ex guarda-costas, o ditador teria uma vida nababesca, mesmo alegando que a Revolução não havia lhe rendido somas financeiras. Sanchez diz que acompanhou Fidel diversas vezes nos passeios, que incluíam caçadas marinhas em áreas intocadas do mar cubano.

Gabriel García Marquez, escritor colombiano morto recentemente, seria um visitante constante de Castro, que chegou a propor -- conforme o livro -- que o escritor se lançasse à presidência da Colômbia com o apoio de Cuba. Márquez recusou.

Com informações do UOL

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.