Café com ADM
#
Existe vida no e-commerce antes do Carnaval?
Existe vida no e-commerce antes do Carnaval?

Existe vida no e-commerce antes do Carnaval?

No Brasil, o evento é tão grande que nós temos o pré-carnaval

Natal, Black Friday, Dia das Mães, dos Pais, dos Namorados. No Brasil, nenhum feriado possui a mesma força que o Carnaval. Nos quatro dias de folia, a verdade é que o país é envolto por uma aura de festa e, verdade seja dita, tudo que não tem relação a isso, para. Não há muito o que fazer, apenas se jogar nos bloquinhos ou no sofá para colocar as séries em dia.

Mas hoje eu vim falar do período que o antecede. No Brasil, o evento é tão grande que nós temos o pré-carnaval. Do réveillon até a quarta-feira de cinzas, o país dá uma desacelerada em diversos setores, principalmente no comércio eletrônico.

Segundo estimativa do FecomercioSP, as perdas do varejo devido aos feriados nacionais devem representar R$ 7,6 bilhões esse ano. Apesar de ser geral, esse levantamento mostra que quedas nas vendas são esperadas em momentos e o período que antecede estes eventos.

É importante acrescentar que dois fatores têm grande impacto nessa desaceleração: muitas compras são realizadas no período do Natal e no início do ano aumentam os gastos com as contas, devido ao pagamento de IPTU, IPVA, rematrículas e outros.

Mas é isso, não tem jeito, a única saída é aguarda-lo passar? A resposta mais tradicional e acertada do universo para essa pergunta é: depende. Algumas áreas realmente terão quedas amargas e não há muito o que fazer, além de se planejar financeiramente e estruturalmente para esses momentos. Porém, na grande maioria dos casos é possível sim criar estratégias para diminuir a queda ou mesmo vender mais no pré-carnaval.

Um dos passos mais importantes é avaliar se há como ganhar com os eventos importantes dessa época. Também ganham destaque a volta às aulas e as promessas de Ano Novo.

Primeiramente, vamos falar de volta às aulas. A realidade dessa época do ano é complemente diferente quando falamos do setor de papelaria, que é um dos mais ativos. Se há a possibilidade de trabalhar com esses itens, mesmo que não sejam o carro chefe do seu e-commerce, vale a penas investir nessa categoria.

Entrar em forma está na pauta de muitos durante todo o ano, mas há outro período do ano com maior concentração de pessoas que querem perder peso ou ganhar músculos: a lotação em todas as academias nessa época é um exemplo perfeito disso. Se você não está no ramo das academias, ainda pode ganhar com suplementos, acessórios e roupas para "malhar", cuja procura tem sido bastante alta.

Agora em relação à principal data, além dos produtos relacionados aos festejos, como bebidas e fantasias, a própria data é um chamariz para conquistar vendas. Isso pode ser feito na forma de um envelopamento de promoções para período.

Apesar da concorrência, que também usará essa estratégia, posicionamento e investimento em mídia bem-feitos, sempre podem colocar o seu negócio um passo à frente. Mãos à obra e nos vemos nos bloquinhos.

Fabio CarneiroCOO e co-fundador do Promobit, social commerce que reúne as melhores ofertas da internet.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.