Ex-estudante de direito empreende na medicina e movimenta R$ 45 milhões
Ex-estudante de direito empreende na medicina e movimenta R$ 45 milhões

Ex-estudante de direito empreende na medicina e movimenta R$ 45 milhões

Empresário trancou a faculdade de direito, com bolsa integral, e apostou na empresa, um marketplace de equipamentos médicos

19 julho 2016

A experiência de seis anos com representação comercial de equipamentos médicos e hospitalares nos consultórios médicos, clínicas e hospitais trouxe ao ex-estudante de direito Maicon Alves a ideia de reunir todas as demandas dos clientes dele em um mesmo local: na internet. Assim, nasceu o primeiro marketplace do Brasil especializado em vendas do segmento, o Portal do Médico. Lançado oficialmente em 2014, o portal já movimentou mais de R$ 45 milhões em negócios apenas esse ano.

Para realizar o sonho do próprio negócio, o empresário trancou a faculdade de direito, com bolsa integral, e apostou na empresa. Tudo começou quando ele percebeu nas visitas que fazia, de 3 a 5 por dia, o pouco tempo dos médicos para atendê-lo e a necessidade de ter uma maior variedade de produtos e marcas à venda. Outro ponto crucial na sua decisão foi o alto custo dos deslocamentos, pois também viajava para fora do estado do Rio Grande do Sul, onde iniciou o negócio.

“Vi uma grande oportunidade no setor, criei não só um marketplace, mas sim um portal, pois não existe nenhum espaço onde profissionais do mercado possam encontrar milhares de produtos de diversas marcas, modelos e preços, negociar seus produtos usados, e ainda, encontrar notícias, artigos médicos, científicos e possibilidade de divulgar seus serviços na mesma plataforma”, explica o CEO do site.

O site, além de oferecer opções de anúncios, venda e compra, também possui o Guia Médico que fornece o contato de profissionais da saúde de várias especialidades em todo o país. Atualmente são mais 11 mil equipamentos disponíveis de diversas marcas, o que gera R$ 75 milhões em produtos anunciados, com mais de 1 milhão de acessos no primeiro semestre de 2016 tanto na web como no aplicativo, nas versões Android e iOS.

O próximo passo é possibilitar até final de 2016 as soluções da plataforma para os Estados Unidos, onde já possuem projeto avançado de implantação para usuários locais.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar