Café com ADM
#

Especialista aponta desafios do setor de franquias para os próximos 5 anos

Mudanças no comportamento de consumidores devem afetar as franquias, que precisarão ser mais profissionais, de acordo com a análise do especialista

Um estudo realizado pela consultoria Rizzo Franchise revela quais são as tendências para os próximos 5 anos no setor de franchising.

De acordo com o especialista da consultoria, Marcus Rizzo, o Franchising continuará crescendo e até 2018, o Brasil deverá ter mais de 4 mil diferentes ofertas de franquias, com uma taxa média de crescimento anual de 8%.

“O mercado está se profissionalizando em todos os sentidos, os franqueados e candidatos à franquia estão muito mais bem informados e deverão buscar negócios com maior nível de estruturação e com experiência operacional efetiva. É por isso que crescerão no país as franquias que apresentarem maior profissionalização e especialização de suas operações”, explica Rizzo.

Segundo a pesquisa, além do crescimento do número de novas franquias no mercado, também deve aumentar bastante o número de unidades das marcas existentes. “O índice de produtividade das redes brasileiras é ainda muito baixo – uma média de 76 franquias por franqueador. No mercado americano, que possui 1.500 franqueadores, o número médio de unidades para cada rede é de 670, quase 10 vezes mais”, detalha ele.

O especialista também alerta para as novas exigências do consumidor brasileiro, que impactará diretamente em mudanças para as franquias. Segundo ele, a maior seletividade do consumidor exigirá atenção redobrada dos franqueadores, tais como:

1) Menos variedade, maior especialização: grande variedade de produtos ou mesmo extensos cardápios nas franquias de alimentação vão perder espaço. Os consumidores desejam menos opções nos pontos de venda, desde que sejam bem selecionadas e de acordo com suas necessidades e desejos

2) Localização conveniente: pressionado com o estresse cotidiano e muitas horas perdidas no trânsito, o consumidor vai buscar cada vez mais negócios próximos de sua casa e que apresentam comodidade e conveniência. Com isso, os deliverys terão grande crescimento.

3) Experimentação da marca: consumidores vão optar por negócios que transformem a simples compra em experiência agradável de consumo. Crescerão as redes com lojas bem sinalizadas, que orientam o cliente, com exposição conveniente e informação preparada para facilitar o acesso e o atendimento.

4) Experiência de consumo: cada vez mais o atendimento vai fazer a diferença entre negócios que estão se tornando tão iguais. Autenticidade e experiência só terão êxito através de um atendimento de qualidade, que é um dos fatores mais desejados pelo consumidor.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.