Café com ADM
#

Empresas de RH recebem prêmio Top Employers

Evento, que ocorrerá em São Paulo, tem como 90% das certificadas grandes multinacionais, presentes em 72 países

Coca-Cola, Banco do Brasil, Takeda, ALL, Samsung. Essas empresas, que nada parecem ter em comum, na verdade fazem parte de um seleto grupo que recebeu, na noite da última terça-feira (18) uma certificação pelo Top Employers Institute por suas excelentes práticas no campo de Recursos Humanos. Também constam na lista a Souza Cruz, Avanade, Bic Banco, Corbion Purac, Deloirrw, EDP Energia, Kimberly Clark, Oxiteno, PWC - PricewaterhouseCoopers, Prosegur, Saint-Gobain, Samsung, SAS Institute, Technip, Umicore e Valeo.

Através de novas políticas nas quais essas empresas vêm investindo nos seus profissionais, como benefícios, treinamentos, desenvolvimentos e planejamento de carreira, essas empresas chamaram a atenção da Top Employers Institute, que faz essa pesquisa e certifica anualmente em diversos países, inclusive no Brasil.

Os nomes destas 20 empresas que conseguiram o selo Top Employers Brasil foram anunciados durante um jantar no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo, com gerentes, diretores e presidentes das companhias certificadas. Além do reconhecimento por excelência e utilização de uma políticia adequada, participar da pesquisa e receber o certificado possibilita às companhias visualizar de forma detalhada como andam as suas políticas em relação a outras empresas no Brasil e no mundo. Essa visão as permite se considerar no grupo de empresas que estão na dianteira no que se refere às práticas de RH.

Das empresas certificadas, 90% são multinacionais, operando em 72 países. Com 11.162 funcionários no Brasil e com 67% de seus gerentes e executivos vindos de dentros das próprias companhias, todas as mpresas praticam programas de treinamento e 55% têm programas de trainees, além de 30% realizarem o job rotation. Outros dados interessantes descobertos ne pesquisa é que 45% destas empresas possuem instalações esportivas e 85% realizam eventos esportivos. Dos canais de comunicação mais utilizados entre as empresas Top Employers 75% realizam sessões formais, o encontro cara a cara entre funcionários e gerentes e 85% fazem pesquisa com os colaboradores. O único dado que diferencia as empresas que atuam no Brasil com os das empresas Top Employers pelo mundo é que apenas 45% das empresas brasileiras praticam o horário flexível comparado com os 77% das empresas ao redor do mundo.

Manter um colaborador dentro da empresa e disposto a continuar nela é o objetivo de muitas empresas, por isso no Brasil 100% das companhias Top Employers possuem planos de carreira no nível gerencial e 90% no nível profissional, e na média global estas taxas são de 95%. Ainda assim o turnover do Brasil é alto, com 15,7%. Estamos na terceira colocação, atrás da China e do Reino Unido, que tem 20% e 18% respectivamente, A Itália é o país com o turnover mais baixo, de 5%.

Objetividade e independência é o foco principal do processo de certificação, razão pela qual tanto as empresas como os processos do Top Employers Institute passam por uma auditoria externa. Em 2014, 3,5% dos participantes não foram certificados. Mas ao olharmos a porcentagem, em comparação com as empresas que participam do projeto pela primeira vez, este número sobe para 10,6%. Durante vários meses os programas são avaliados, entre eles a formação e o desenvolvimento dos colaboradores, as condições de trabalho, os benefícios sociais, os canais de comunicação que eles usam e a cultura corporativa da empresa. Desta forma, cada item é analisado para que a empresa consiga obter o selo de certificação do Top Employers.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.