Empresas de 7 estados vencem o MPE Brasil
Empresas de 7 estados vencem o MPE Brasil

Empresas de 7 estados vencem o MPE Brasil

O Prêmio funciona como incentivo às micro e pequenas empresas brasileiras na busca pela excelência, reconhecendo iniciativas de empresários que investem em conceitos e práticas de gestão

26 março 2014

A cerimônia de premiação MPE aconteceu em Brasília na noite desta terça-feira (25), e reconheceu as melhores práticas de gestão nas oito categorias existentes (Agronegócio, Comércio, Educação, Indústria, Saúde, Serviços, Tecnologia da Informação e Turismo), além dos destaques de Boas Práticas de Responsabilidade Social e destaque de Inovação.

A Fazenda das Almas, de Cabo Verde (MG), foi vencedora da categoria Agronegócio. Reconhecida pela capacidade de mobilizar e engajar seus colaboradores, a Efetiva Informática, de Rio do Sul (SC), foi vencedora em Comércio. O desenvolvimento de metodologia própria de ensino garantiu à System Idiomas, de Maceió (AL), a vitória na categoria Educação. Já a Biotecno, de Santa Rosa (RS), declarada ganhadora como Indústria, mostrou diferencial pelo esforço em atender e surpreender o cliente, se preocupando sempre com o bem-estar.

Investimentos em processos e sistemas de gestão da informação levaram a Lab Vita, de Patos (PB), a alcançar o prêmio lugar na categoria Saúde; assim como o modelo de governança pautado pela capacitação e desenvolvimento continuados, renderam à Borkenhagen Contabilidade, de Foz do Iguaçu (PR), o troféu em Serviços. Direcionada por indicadores financeiros e de produção, a Vision System, de Chapecó (SC), foi a campeã em Tecnologia da Informação; enquanto o Don Ramon Spa Relaxante, de Canela (RS), eleita na categoria Turismo, foi vencedora pela referência na meritocracia.

Ao oferecer conjunto de ações que extrapolam exigências legais pertinentes às atividades da mecânica e automação, como tratamento de resíduos, eficiência energética e educação ambiental extensiva à comunidade, a Ourocar, de Ourolândia (BA) foi Destaque em Responsabilidade Social durante a premiação. Eleita também Destaque em Inovação, a empresa Biotecno, de Santa Rosa (RS), conquistou espaço no mercado e garantiu patente reconhecida a nível internacional ao desenvolver câmaras para a conservação de medicamentos.

O MPE Brasil é realizado pelo Sebrae, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). A solenidade de premiação contou com a presença do ministro Guilherme Afif Domingos, do presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barreto, do presidente do Conselho Superior do MBC, Élcio Aníbal de Lucca, dos diretores voluntários da entidade, Irani Varella e Marco Polo Mello, do presidente do Conselho de Administração da Gerdau e membro do Conselho Superior do MBC, Jorge Gerdau Johannpeter, além do diretor superintendente da FNQ, Jairo Martins.

Em 2013 foram mais de 93 mil inscritas em todo o país. O volume de empresas interessadas em melhorar a administração do seu negócio foi 10% superior ao registrado no ano anterior. As regiões brasileiras inscreveram, respectivamente: Sudeste (37.157), Nordeste (26.253), Sul (16.314), Centro-Oeste (6.690) e Norte (6.689). Entre os setores de atuação, 55% são do Comércio, 22% da área de Serviços e 13% da Indústria. As demais se subdividem entre Agronegócio, Turismo, TI, Saúde e Educação. Do total de inscritas, 57% são microempresas e possuem faturamento de até R$ 360 mil, enquanto 22% são consideradas de pequeno porte com faturamento de até R$ 3,6 milhões.

Ao todo, mais de 560 mil empresas já foram impactadas diretamente pelo Prêmio. Destas, 180 mil preencheram o questionário de avaliação e receberam um relatório personalizado com pontos fortes e a indicação de oportunidades de melhoria na gestão.


Palavra dos dirigentes


“A participação no Prêmio por si só estimula a melhoria da gestão dos pequenos negócios, pois desde o momento da inscrição o empresário faz um autodiagnostico e depois, em outra etapa, recebe a visita de consultores, seguindo-se uma devolutiva com análise e avaliação da empresa. Um processo que motiva mudanças, aprimoramento e inovação nesse segmento”. (Carlos Alberto dos Santos, diretor-técnico do Sebrae)

“Por sua capilaridade e capacidade de mobilização, o MPE Brasil funciona como ferramenta para alavancar a competitividade de cadeias produtivas e, por sua vez, do país. Independentemente da situação financeira nacional, esse segmento fortalece e movimenta a base da nossa economia. O MBC busca, por meio deste reconhecimento e de ações integradas, construir um Brasil à frente, forte e competitivo para viabilizar melhor qualidade de vida e oportunidades aos brasileiros”. (Elcio Anibal de Lucca, presidente do Conselho Superior do MBC)

“O aumento do volume de candidatas ao MPE Brasil demonstra que as empresas têm se preocupado cada vez mais com a gestão e reconhecem a importância da melhoria da competitividade para a obtenção de bons resultados. Iniciativas como essa contribuem para a formação de uma cultura de investimentos em produtividade e em melhorias contínuas na gestão das empresas, o que gera benefícios para a economia de todo o País”. (José Paulo Soares Martins, diretor do Instituto Gerdau)

“As empresas que procuram o Prêmio e respondem ao questionário conseguem obter uma avaliação sistêmica de como está estruturada a gestão de seu negócio e a partir daí desenvolver ações necessárias para melhores resultados. A participação no MPE Brasil incentiva as empresas a obter um sistema de gestão alinhado aos princípios de excelência, aumentando sua produtividade e competitividade”. (Francisco Teixeira, coordenador de projetos da FNQ)

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar