Embaixador brasileiro lança livro sobre o Iraque

A obra aborda história do país desde 1921 até os dias atuais


Será lançado, nesta terça-feira (10), o livro “Iraque: dos primórdios à procura de um destino”, escrito pelo embaixador Bernardo de Azevedo Brito. A obra conta a história do país desde 1921 até os dias de hoje e, na avaliação do autor, deve interessar a acadêmicos e a empresários que querem fazer negócios no Iraque.

“As empresas brasileiras devem ter uma presença maior no país, cito elementos para uma presença consciente, uma perspectiva das dificuldades. O livro fala do Iraque desde [Winston] Churchill [então secretário de Estado das Colônias Britânicas], em 1921, até agora, e mostra que os problemas de hoje já existiam naquela época”, afirmou o autor, que foi embaixador do Brasil na Nação árabe de 2006 a 2011 e acompanhou de perto a realidade local.

De acordo com o diplomata, fazem parte da atual realidade do Iraque uma economia em expansão e a recuperação da indústria do petróleo. “É um país próspero e de grandes perspectivas na região”, destacou. Mesmo na política, Brito vê avanços. Para ele, a jovem democracia iraquiana é problemática, mas é uma democracia, e a Constituição de 2005 “é bastante avançada”.

O embaixador que, na quarta-feira (9), visitou a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, em São Paulo, para apresentar o livro, decidiu escrevê-lor o livro para trazer à luz ao leitor brasileiro uma realidade pouco conhecida. “Há atentados, há a insatisfação da minoria sunita, existem problemas, mas há também outra realidade”, declarou.

A obra é uma publicação da Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e será lançada oficialmente nesta quinta-feira (10), às 19 horas, na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, onde Brito mora.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.