Da princesa Anastasia ao Instagram: site reúne selfies inacreditáveis do mundo todo
Da princesa Anastasia ao Instagram: site reúne selfies inacreditáveis do mundo todo

Da princesa Anastasia ao Instagram: site reúne selfies inacreditáveis do mundo todo

Saiba como a habilidade de tirar um autorretrato se transformou na mais comum forma de se promover nas redes sociais

Em 1914, a adolescente Anastasia Nikolaevna, de 13 anos, filha do czar Nicolau II da Rússia, fez uma pose em frente ao espelho e tirou um retrato de si (foto acima). Na falta de um Facebook, a menina enviou a foto por meio de cartas aos seus amigos. Anastasia não poderia prever que seria a precursora da “selfie”, um fenômeno da autopromoção por imagens nas redes sociais.

Recentemente, o dicionário Oxford aceitou a inclusão do termo como verbete porque as citações a “selfie” cresceram, mensalmente, 17.000% em 2013. Por definição do mesmo, a selfie é uma “fotografia que alguém tira de si mesmo, em geral com smartphone ou webcam, e carrega em uma rede social". Mas será que, na busca por curtidas, nós estamos indo longe demais neste espetáculo do eu?

Algumas imagens colhidas no Instagram e Facebook mostram que sim. Na última semana, o americano Ferdinand Puentes ganhou seus minutos de fama por publicar uma selfie logo após um acidente aéreo. Uma imagem que se mistura a tantas outras, tiradas em hospitais, funerais e até .
A habilidade de posar para selfies inapropriadas virou competição na internet, com a página Selfie Olympics.

Veja os autorretratos mais bizarros que circulam nas redes sociais:


ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.