Criação de novas posições foi o principal motivo para contratação de CEOs em 2013

Estudo revela que processos de reorganização interna em que as companhias precisam de um novo executivo correspondem a 19% das contratações

Dados de uma pesquisa revelam que 37% das contratações de executivos em 2013 foi motivada por criação de novas posições na companhia ou por expansão dos negócios. De acordo com o levantamento realizado pela Page Executive, do total de projetos realizados pela consultoria no ano passado, 35% foram de reposição de executivos desligados por desempenho abaixo do esperado.

Processos de reorganização interna em que, devido a uma nova estrutura, as companhias precisam de um novo executivo correspondem a 19% das contratações. Alteração societária e a criação de startups representam 5% e 4% das novas oportunidades, respectivamente.

Para Fernando Andraus, diretor executivo da operação brasileira da Page Executive, os indicadores do estudo refletem a atual fase do mercado brasileiro. “O ano de 2013 marca uma fase inicial de ajustes nas empresas com foco em ganho de produtividade e ajustes de expectativas, após anos de intenso investimento. Ainda há, no entanto, muitas empresas médias e grandes em mercados não-consolidados com planos vigorosos de crescimento”, explica o diretor.

Na mudança de emprego em 2013 os CEOs tiveram aumento médio de 15% no salário fixo em relação a 2012, o que reforça o desejo das empresas de “compartilhar o risco” de desempenho com esses executivos.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.