Como aumentar suas vendas em marketplaces
Como aumentar suas vendas em marketplaces

Como aumentar suas vendas em marketplaces

A presença do ecommerce em vários canais, apesar de ser um bom atrativo para o consumidor, pode acabar criando demandas em dobro para o empreendedor. Por isso, alguns cuidados são necessários

O mercado de marketplaces no Brasil está em pleno crescimento. De acordo com o estudo Panorama dos Marketplaces, elaborado pela especializada em monitoramento de preços no ecommerce Precifica, a quantidade de vendedores em marketplaces brasileiros aumentou mais de 90% em um ano: em setembro de 2017, os principais marketplaces do país contavam com 7.448 vendedores; em setembro de 2018, o número já tinha chegado a 14.204. Por isso, cada vez mais, empreendedores têm investido em inserir os seus ecommerces em marketplaces.

As vantagens que esses mercados oferecem aos empreendimentos online são muitas: com uma maior presença na rede, é possível atingir mais consumidores e alcançar um público que não seria impactado apenas com a loja virtual. Além disso, o empreendedor pode contar com a infraestrutura já pronta e estabelecida de um grande site, que terá melhores ranqueamentos em buscas orgânicas, e ainda posicionar seu negócio ao lado de outras marcas já reconhecidas.

Mas para ter um negócio bem-sucedido em marketplaces, no entanto, é preciso alguns cuidados. A presença do ecommerce em vários canais, apesar de ser um bom atrativo para o consumidor, pode acabar criando demandas em dobro para o empreendedor, que muitas vezes conta com poucos funcionários ou, em alguns casos, até trabalha sozinho. Por isso, separamos algumas dicas para quem deseja aumentar as vendas em marketplaces e manter toda a operação de forma ágil e eficiente:

1. Gerencie tudo em só lugar

Uma das primeiras coisas que você precisa para garantir o controle de suas transações é ter um sistema que centraliza as operações de venda dos canais onde atua. Neste cenário, se destaca no mercado o Bling, um ERP que é integrado às principais plataformas de ecommerce e marketplaces e permite gerenciar vendas, finanças e fluxo de caixa. Através dele, é possível acompanhar desde o pedido do cliente até à entrega da mercadoria. Com todas as etapas da venda unificadas em um sistema, você garante eficiência para o consumidor e economiza tempo para tocar a operação. Além disso, o sistema oferece um módulo de notas fiscais, que permite a emissão em poucos cliques e facilita, também, o trabalho de quem precisa emitir notas de serviço, já que o Bling é integrado a mais de 600 prefeituras.

2. Controle bem o seu estoque

Outro ponto que é fundamental: a unificação do controle de estoque. No ecommerce, o consumidor escolhe, sozinho, o produto que deseja comprar, então todo o processo precisa ser eficaz para garantir essa venda. Se ele escolhe uma mercadoria, faz a compra e pouco tempo depois descobre que não receberá o produto porque ele também foi comprado em outro canal de venda e acabou no estoque, seu negócio perderá credibilidade e ainda terá que lidar com um consumidor insatisfeito. Por isso, ter um sistema como o Bling que se integre aos principais marketplaces e concentre todo o controle de estoque em um só lugar faz toda a diferença. Através do Bling, você poderá cadastrar produtos com descrições detalhadas, além de inserir informações fiscais, para realizar a gestão simplificada dos itens disponíveis.

3. Cuidado com os boletos

Os carrinhos abandonados são uma realidade nos ecommerces. Muitas vezes, o consumidor chega a emitir boletos para pagamento e acabam perdendo o prazo, desistindo da compra ou reemitindo um boleto novo pouco tempo depois. Para o empreeendedor, fica o prejuízo, já que cada boleto registrado tem sua própria taxa de emissão. Com o Bling, entretanto, uma integração com a Wirecard permite que o empreendedor pague apenas o valor de R$ 1,98 por boleto pago. Ou seja, a taxa só é cobrada após a liquidação do boleto.

4. Integre seu negócio diretamente aos Correios e transportadoras

Uma parte importante do trabalho do ecommerce é o envio de mercadorias para todas as regiões do país, tarefa que pode consumir muito tempo com emissão de etiquetas e geração de códigos de rastreio e coletas. Para facilitar a gestão da logística de envios dos produtos vendidos em sua loja, o Bling é integrado com diversos sistemas e soluções logísticas como o SigepWeb dos Correios, Intelipost, SHL, Pier8, Total Express, JadLog, entre outros. Além disso, é o ERP pioneiro em realizar integração com o sistema e-Fulfillment dos Correios.


Deseja tornar seu e-commerce mais eficiente e aumentar suas vendas em 2019? Teste o Bling por 90 dias grátis, inserindo o cupom #administradores no formulário de inscrição. Link: https://www.bling.com.br/b/inscricao/plano-mercurio

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.